A grande novidade do rádio na internet é o... áudio!

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2021.183972

Palavras-chave:

Linguagem radiofônica, Teoria do rádio, Podcasting

Resumo

O artigo busca refletir sobre como nossa visão historicamente construída acerca do rádio pode estar dificultando uma discussão mais aprofundada das novas possibilidades expressivas e usos sociais do áudio, potencializados por práticas de produção e difusão contemporâneas como a do podcasting. Para tanto, o texto busca retomar as contribuições de teóricos que estudaram o veículo em diferentes momentos, com destaque especial para Arnheim (1936), Faus Belau (1973), Ortriwano (1985) e Cebrián Herreros (2001), com vistas a repensá-las criticamente no contexto atual. São ilustradas também algumas das possibilidades de uso da linguagem radiofônica exploradas atualmente, em especial, dentro do universo do podcasting.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eduardo Vicente, Universidade de São Paulo

Professor associado do Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais e do Departamento de Cinema, Rádio e Televisão da ECA-USP. Coordenador do MidiaSon: Grupo de Estudos e Produção em Mídia Sonora.

Referências

ARNHEIM, R. Radio. Salem: Ayer Co., 1986.

BRECHT, B. Teoria do rádio (1927-1932). In: Meditsch, E. (org.). Teorias do rádio: textos e contextos. Florianópolis: Insular, 2005. v. 1, p. 35-45.

BROWNING, J. From Homecoming to Dirty John, 10 podcasts that have inspired TV shows. Enterteinment Weekly, Los Angeles, 4 out. 2018. Disponível em: https://bit.ly/3fiH8ZC. Acesso em: 20 set. 2019.

CEBRIÁN HERREROS, M. La radio en la convergencia multimedia. Barcelona: Gedisa, 2001.

CEBRIÁN HERREROS, M. Modelos de radio, desarollos y innovación: Del diálogo y paticipación a la interactividad. Madri: Fragua, 2007.

CROOK, T. Radio drama: theory and practice. Londres: Routledge, 1999.

FAUS BELAU, A. La radio: introducción a un medio desconocido. Madri: Guadiana de Publicaciones, 1973.

FERRAZ, N. Reportagem no rádio: realidade brasileira, fundamentação, possibilidades sonoras e jornalísticas a partir da peça radiofônica reportagem. 2016. Tese (Doutorado em Meios e Processos Audiovisuais) – Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016.

GIANNINI, A. Caso Evandro, podcast que virou febre com investigação de crime, vai virar série e livro. O Globo, Rio de Janeiro, 4 jun. 2019. Disponível em: https://glo.bo/3hxquZ3. Acesso em: 12 nov. 2019.

KEILES, J. L. How A.S.M.R. became a sensation. The New York Times Magazine, Nova Iorque, 4 abr. 2019. Disponível em: https://nyti.ms/2RiEz24. Acesso em: 22 set. 2019.

MACHADO, A. A televisão levada a sério. São Paulo: Editora Senac, 2000.

ORTRIWANO, G. A informação no rádio: os grupos de poder e a determinação dos conteúdos. 5. ed. São Paulo: Summus, 1985.

RUBIO, I.; SANCHIS, A.; RIVAS, L. M. O mistério dos sussurros que são um sucesso no YouTube. El País Brasil, São Paulo, 18 abr. 2018. Disponível em: https://bit.ly/33PyGvA. Acesso em: 22 set. 2020.

SCHAFER, M. R. Rádio radical. In: ZAREMBA, L; BENTES, I. (org.). Rádio nova: constelações da radiofonia contemporânea. vol. 2. Rio de Janeiro: ECO, 1997. p. 27-40.

Downloads

Publicado

2021-08-02

Como Citar

VICENTE, E. A grande novidade do rádio na internet é o... áudio!. RuMoRes, [S. l.], v. 15, n. 29, p. 277-299, 2021. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2021.183972. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/183972. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos