Editorial

  • Mayra Rodrigues Gomes Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Comunicação, linguagem, mídia

Resumo

Nosso empreendimento deve seu nome à idéia de “rumor na língua”. Contudo, o acordo pela forma plural, se favoreceu uma sonoridade menos ríspida, na realidade corresponde a um entendimento de condições implícitas na idéia. Os dicionários estão concordes quanto à definição de que rumor é o ruído produzido por deslocamentos. Tal concepção, quando aplicada às línguas, ou melhor, às linguagens em que o humano se faz, diz respeito ao fato de que entre as palavras e as coisas existe uma distância intransponível. Podemos figurá-la como uma fissura, disfarçada por nossas narrativas de mundo, entre duas dimensões díspares: a dos signos, que tentam dizer as coisas, e a das coisas, deslocadas em relação a seus nomes, ainda que, em muitos casos, som ente a eles devam sua existência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2007-12-25
Como Citar
GOMES, M. Editorial. RuMoRes, v. 1, n. 1, 25 dez. 2007.
Seção
Editorial