Negro, publicidade e o ideal de branqueamento da sociedade brasileira

Autores

  • Carlos Augusto de Miranda e Martins Universidade de São Paulo (USP).

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2009.51157

Palavras-chave:

Comunicação, racismo, negro, estereótipos, publicidade.

Resumo

Estudos acadêmicos têm demonstrado a baixa participação do negro nos meios de comunicação e sua constante representação estereotipada. O presente trabalho tem como objetivo discutir a origem histórica dessa baixa participação e da estereotipação do negro na mídia, em especial na publicidade, bem como mensurar aspectos quantitativos relativos à presença do negro em anúncios comerciais entre os anos de 1985 e 2005.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Augusto de Miranda e Martins, Universidade de São Paulo (USP).

Bacharel e Licenciado em História pela USP, aluno de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Escola de Comunicações e Artes da USP.

Downloads

Publicado

2009-08-08

Como Citar

MARTINS, C. A. de M. e. Negro, publicidade e o ideal de branqueamento da sociedade brasileira. RuMoRes, [S. l.], v. 3, n. 5, 2009. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2009.51157. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/51157. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos