A comunicação popular como ferramenta para a construção da cidadania

Autores

  • Cristiane Reimberg Universidade de São Paulo (USP).

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2009.51162

Palavras-chave:

Comunicação Popular, cidadania, jornalismo.

Resumo

A comunicação popular deve contribuir para a construção da cidadania na comunidade. Segundo PERUZZO (1991), essa é uma comunicação emergente que vem do povo ou tem a ver com ele. É a partir desse conceito que refletimos sobre o papel desse tipo de comunicação para o conhecimento de direitos e deveres e para a prática da cidadania. Também analisamos como essa comunicação, que valoriza a comunidade, pode acontecer em uma sociedade de massa, fazendo uma relação com o jornalismo. Nesse sentido, utilizamos HELLER (1989) como fonte sobre a comunidade e a prática cotidiana. Já em relação ao jornalismo, teremos como base GENTILLI (2005). A questão da cidadania, por sua vez, será abordada a partir de MANZINI-COVRE (1993), que mostra a cidadania como o próprio direito à vida em sentido pleno, um direito que deve ser construído coletivamente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristiane Reimberg, Universidade de São Paulo (USP).

Graduada em jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero (2002), especialista em jornalismo social pela Cogeae (Coordenadoria Geral de Especialização, Aperfeiçoamento e Extensão) da PUC/SP (2006) e Mestranda em Ciências da Comunicação, no PPGCOM, da ECA/USP. Ingressou no Programa em 2007 e pesquisa a comunicação na Pastoral da Criança.

Downloads

Publicado

2009-08-08

Como Citar

REIMBERG, C. A comunicação popular como ferramenta para a construção da cidadania. RuMoRes, [S. l.], v. 3, n. 5, 2009. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2009.51162. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/51162. Acesso em: 18 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos