Imagem e jornalismo de revista: fotografia e representação feminina no Manifesto Tpm

Autores

  • Gisele Dotto Reginato Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2013.69443

Palavras-chave:

Jornalismo, revista Tpm, imagem, fotografia, representação feminina.

Resumo

Este artigo analisa a representação da mulher na revista Tpm por meio da fotografia jornalística e problematiza em que medida ela ajuda a desvelar os sentidos sobre liberdade feminina no Manifesto Tpm. O corpus de análise é constituído pelas edições da revista de maio, junho, julho e agosto de 2012. A partir da análise, foram encontradas quatro matrizes de representação da mulher na revista: maternidade, trabalho, moda e corpo. Elas indicam que, apesar do Manifesto Tpm apresentar imagens contra-hegemônicas em relação à mulher, as “eternas funções femininas” de mãe e de esposa ainda estão presentes no texto e nas imagens da revista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Dotto Reginato, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Bolsista Capes e membro do Núcleo de Pesquisa em Jornalismo - UFRGS/CNPq. Jornalista e mestre em comunicação pela Universidade Federal de Santa Maria. giselereginato@gmail.com.

Downloads

Publicado

2013-12-27

Como Citar

REGINATO, G. D. Imagem e jornalismo de revista: fotografia e representação feminina no Manifesto Tpm. RuMoRes, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 271-295, 2013. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2013.69443. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/69443. Acesso em: 27 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos