Batalhas de afirmação, batalhas de institucionalidade: uma análise discursiva de performances da resistência no Duelo de MC’s

Autores

  • Carolina Abreu Albuquerque Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-677X.rum.2013.69448

Palavras-chave:

Resistência, culturas juvenis, hip hop, estudos culturais, comunicação e culturas urbanas.

Resumo

Sob o pano teórico dos estudos culturais, este trabalho pretende fazer uma abordagem acerca das performances de jovens rappers que se apresentam no Duelo de MC’s, evento de hip hop organizado semanalmente em Belo Horizonte, debaixo do Viaduto Santa Tereza, um dos cartões postais da cidade. Através da apropriação de ferramentas do método etnográfico e da análise discursiva, tal como proposta por Stuart Hall (2002), o trabalho busca compreender como os MC’s constroem, em sua performance, uma ideia de resistência, reivindicando um lugar para si no espaço urbano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Abreu Albuquerque, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Mestranda pelo Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela mesma instituição, é integrante do Centro de Convergência de Novas Mídias (CCNM-UFMG). carolalb@gmail.com.

Downloads

Publicado

2013-12-27

Como Citar

ALBUQUERQUE, C. A. Batalhas de afirmação, batalhas de institucionalidade: uma análise discursiva de performances da resistência no Duelo de MC’s. RuMoRes, [S. l.], v. 7, n. 14, p. 371-389, 2013. DOI: 10.11606/issn.1982-677X.rum.2013.69448. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/Rumores/article/view/69448. Acesso em: 28 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos