Bandagem úmida empregada com baixa elasticidade no tratamento de úlcera em paciente com lipolinfedema

  • José Maria Pereira de Godoy Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
  • Raul Augusto dos Santos Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
  • Rômulo Alberto Vilela Filho Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
  • Maria de Fátima Guerreiro Godoy Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
Palavras-chave: linfedema, úlcera, bandagens

Resumo

O lipedema é caracterizado pelo aumento bilateral e simétrico dos membros inferiores, sem o acometimento dos pés, sinal de Stemmer negativo, podendo ocorrer hipotermia cutânea, alteração no suporte plantar e hiperalgesia. O objetivo do presente estudo é relatar uma forma incomum de lesão ulcerada em paciente com lipolinfedema tratado com bandagem úmida empregada com baixa elasticidade. Paciente, do sexo feminino, de 50 anos, com história familiar de lipedema refere vários episódios de erisipela em membro inferior esquerdo há cerca de 20 anos e com surgimento de úlceras de difícil cicatrização há mais de cinco anos. Foi tratada com bandagem úmida de baixa elasticidade e teve boa evolução com cicatrização da ferida. Lesões ulceradas são raras no lipolinfedema, porém a sua ocorrência esta associada com dificuldade na cicatrização.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Maria Pereira de Godoy, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
Livre Docente do Departamento de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular da Faculdade de medicina de São José do Rio Preto-FAMERP, docente dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da FAMERP e pesquisador CNPq.
Raul Augusto dos Santos, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
Graduandos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP.
Rômulo Alberto Vilela Filho, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
Graduandos da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP.
Maria de Fátima Guerreiro Godoy, Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP
Pós-doutoranda na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto-FAMERP.

Referências

Allen EV, Hines EA. Lipoedema of the legs. A syndrome characterized by fat legs and edema. Proc Staff. Meat. Mayo Clinic. 1940;15:184.

Godoy JMP, Silva HS. Prevalence of cellulitis and erysipelas in post-mastectomy patients after breast cancer. Arch Med Sci.2007;3:249-51.

Godoy JMP, Godoy MFG, Hayashida M. Lipoedema and varicose vein surgery: a worse prognosis? Acta Angiol.2005;11(3):186-7.

Amann-Vesti BR, Franzeck UK, Bollinger A. Microlymphatic aneurysms in patients with lipedema. Lymphology. 2001;34(4):170-5.

Bräutigam P, Földi E, Schaiper I, Krause T, Vanscheidt W, Moser E. Analysis of lymphatic drainage in various forms of leg edema using two compartment lymphoscintigraphy. Lymphology. 1998;31(2):43-55.

Godoy JM, Godoy MF, Valente A, Camacho EL, Paiva EV. Lymphoscintigraphic evaluation in patients after erysipelas. Lymphology. 2000;33(4):177-80.

Publicado
2009-03-09
Seção
Relato de Caso