Uso de aplicativo para análise de movimento: estudo piloto

Autores

  • Fabio Marcon Alfieri Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto de Medicina Física e Reabilitação https://orcid.org/0000-0002-5242-3246
  • Jose Augusto Fernandes Lopes Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto de Medicina Física e Reabilitação
  • Dhiogo José Corrêa de Sá LinkFit Ltda
  • Carla de Sousa Lago Moussalli Jorge LinkFit Ltda
  • Vinícius Delgado Ramos Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Hospital das Clínicas. Instituto de Medicina Física e Reabilitação
  • Linamara Rizzo Battistella Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2317-0190.v29i1a194264

Palavras-chave:

Movimento, Smartphone, Telemedicina

Resumo

Medidas alternativas e de baixo custo podem ser importantes para análise do movimento humano. Objetivo: Verificar a concordância de análise de movimento humano entre aplicativo de monitoramento por meio de inteligência artificial com análise tridimensional de movimento. Método: Estudo transversal observacional no qual voluntário sadio realizou movimentos de: flexão dos braços, flexão de cotovelos, flexão de tronco, inclinação de tronco e sentar e levantar. As imagens foram captadas por meio de sistema de análise tridimensional do movimento por câmeras infravermelhas e pelo aplicativo da Linkfit por meio de dois dispositivos móveis (smartphones). Foram comparados os ângulos estimados pelo aplicativo da Linkfit com os ângulos correspondentes medidos pelo sistema de análise tridimensional do movimento. Para comparar os ângulos da LinkFit com os ângulos mensurados pelo laboratório tridimensional de movimento, o teste de causalidade de Granger foi usado para cada série paralela dos dados.  Resultados: A utilização de técnicas de visão computacional e deep learning para detecção de movimento utilizando câmeras de celular mostrou um grau de concordância de 84% em relação à medidas geradas por análise tridimensional de movimento realizadas em laboratório. Conclusão: A utilização de técnicas de visão computacional e deep learning é promissora para a realização de estudos que envolvem a detecção do movimento do corpo humano, quando comparadas com medidas de padrão-ouro de análise de movimento, podendo ser portanto, uma  alternativa.  Estudos futuros devem ser realizados utilizando maior número de voluntários e movimentos, com o intuito de consolidar os resultados obtidos nesse estudo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Shummay-Cook A, Woollacott MH. Controle motor. 2 ed. Barueri: Manole; 2003.

Watkins J. Structure and function of the musculoskeletal system. Champaign: Human Kinetics; 1999.

Lu TW, Chang CF. Biomechanics of human movement and its clinical applications. Kaohsiung J Med Sci. 2012;28(2 Suppl):S13-25. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.kjms.2011.08.004

Sedrez JA, Furlanetto TS, Gelain GM, Candotti CT. Validity and reliability of smartphones in assessing spinal kinematics: a systematic review and meta-analysis. J Manipulative Physiol Ther. 2020;43(6):635-45. Doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.jmpt.2019.10.012

Ventola CL. Mobile devices and apps for health care professionals: uses and benefits. P T. 2014;39(5):356-64.

Cao Z, Hidalgo G, Simon T, Wei SE, Sheikh Y. OpenPose: Realtime Multi-Person 2D Pose Estimation Using Part Affinity Fields. IEEE Trans Pattern Anal Mach Intell. 2021;43(1):172-86. Doi: http://dx.doi.org/10.1109/TPAMI.2019.2929257

Kadaba MP, Ramakrishnan HK, Wootten ME. Measurement of lower extremity kinematics during level walking. J Orthop Res. 1990;8(3):383-92. Doi: http://dx.doi.org/10.1002/jor.1100080310

del Rosario MB, Redmond SJ, Lovell NH. Tracking the evolution of smartphone sensing for monitoring human movement. Sensors (Basel). 2015;15(8):18901-33. Doi: http://dx.doi.org/10.3390/s150818901

Needham L, Evans M, Cosker DP, Wade L, McGuigan PM, Bilzon JL, et al. The accuracy of several pose estimation methods for 3D joint centre localisation. Sci Rep. 2021;11(1):20673.

Publicado

2022-03-31

Como Citar

1.
Alfieri FM, Lopes JAF, Sá DJC de, Jorge C de SLM, Ramos VD, Battistella LR. Uso de aplicativo para análise de movimento: estudo piloto. Acta Fisiátr. [Internet]. 31 de março de 2022 [citado 24 de junho de 2022];29(1):1-5. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/actafisiatrica/article/view/194264

Edição

Seção

Artigo Original
MÉTRICAS | METRICS