A informação de e sobre África: Linguagem/Ideologia colonial

Autores

  • Isabel Maria Ferin Cunha Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2526-303X.v0i9p91-95

Resumo

Nesta breve comunicação pretendemos apenas alertar para uma questão até hoje bastante esquecida mas fundamental para todo o cientista social que trabalha com África: a transferência de informação de/e sobre África, sua anuance de linguagem/ideologia. Primeiramente, convém historiar quem escrever sobre África, com que interesse, financiamentos e fins. Depois, quem armazena essa informação, distribui e dissemina, por quais meios e quais os consumidores. Finalmente, como é trabalhada essa informação, que tipo de ideologia/linguagem emprega no controle de vocabulário e como ela, informação, se vincula aos seus produtos ocidentais. Para terminar, apresentam-se como propostas algumas linhas de ação com vista a desvincular a informação de/e sobre África dos seus produtores ocidentais.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1986-03-25

Edição

Seção

Comunicações

Como Citar

A informação de e sobre África: Linguagem/Ideologia colonial. África, [S. l.], n. 9, p. 91–95, 1986. DOI: 10.11606/issn.2526-303X.v0i9p91-95. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/africa/article/view/95911.. Acesso em: 24 jul. 2024.