O 'Ethos' Nobiliárquico no final do Antigo Regime: poder simbólico, império e imaginário social

  • Nuno Gonçalo Monteiro Universidade de Lisboa; Instituto de Ciências Sociais
Palavras-chave: elites, Império português, Antigo Regime

Resumo

Com este texto procura-se apresentar alguns aspectos marcantes do «ethos nobiliárquico» português do Antigo Regime como ponto de partida para uma avaliação, apenas brevemente esboçada, dos seus efeitos na modulação das sociedades da América portuguesa. Procura-se discutir em que medida os seus referentes remotos, retomados dos modelos dos guerreiros medievais mas consagrados na ordem jurídica e simbólica, constrangiam os comportamentos e os processos de estruturação social e em que medida estes os podiam transmutar, destacando-se o esforço da coroa para actuar como instância reguladora do acesso e reprodução dos estatutos nobilitantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2005-11-01
Edição
Seção
Forum