Hiper-realismo, autorrepresentação e meios de produção: um ensaio de conceituação do cinema periférico

Autores

  • Josianne Diniz Gonçalves Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p144-168

Palavras-chave:

Cinema, Cinema brasileiro, Periferia

Resumo

O cinema entendido como um meio de comunicação capaz de subverter ou consolidar imaginários é ainda mais desafiador quando realizado em ambientes periféricos. Este artigo propõe uma reflexão analítica sobre os conceitos existentes sobre cinema periférico. Com eixos de articulação teórica, revisita diferentes perspectivas, tais como: cinema de bordas, cinema de periferia e cinema sobre periferia. Aborda algumas problemáticas específicas e relacionadas ao que compreendemos como cinema periférico, as quais perpassam o hiperrealismo, a autorrepresentação e os meios de produção audiovisuais. Metodologicamente, subsidiado pela revisão de literatura e amparado pela técnica do ensaio, o trabalho exercita a elaboração de um conceito próprio de cinema periférico, dialogando com as várias compreensões abordadas ao longo da pesquisa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Josianne Diniz Gonçalves, Universidade de Brasília

Mestranda em Comunicação na Linha Imagem, Som e Escrita pela Universidade de Brasília (UNB), Graduanda em Comunicação Social em Audiovisual pela Universidade de Brasília (UNB). Atua nas áreas de Cinema Brasileiro, Teoria Estética do Cinema, História do Cinema, Cinema e Cultura, Teorias da Comunicação e Metodologia de Pesquisa em Comunicação. Pesquisa acadêmica voltada para o cinema brasileiro e suas relações entre identidade, imaginário, representação, análise da história a partir do cinema. Membro do Núcleo de Estudos e Produção Digital em Linguagem Sonora, NEPLIS, grupo vinculado ao Laboratório de Áudio da Faculdade de Comunicação (FAC/UnB). Bolsista do Projeto de Extensão Acadêmica "Produção Radiofônica Educativa e Conexões Culturais". 

Referências

BARCELLOS, Daniella. G. Periferia no cinema: narrativas territoriais da periferia. In: II Coloquio Nacional do NEER, 2007, Salvador. Espaços Culturais: Vivencias, Imaginação e representações, 2007.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Tradução de Myriam Ávila, Eliana Lourenço de Lima Reis, Gláucia Renate Gonçalves. 2. ed. Belo Horizonte: UFMG, 2013.

BERNADET, Jean Claude. O modelo sociológico ou a voz do dono (Viramundo) In: Cineastas e Imagens do Povo. São Paulo: Companhia das Letras, 2003

BOURDIEU, Pierre. O poder simbólico. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2006.

BAUDRILLARD, Jean. Simulações e simulacros. Lisboa: Relógio D’Água, 1991.

CANCLINI, Nestor Garcia. Consumidores e Cidadãos. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2006.

CARVALHO, José Murilo de. Cidadania no Brasil: o longo caminho. Rio de Janeiro

CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

D'ANDREA, Tiarajú Pablo. A formação dos sujeitos periféricos: cultura e política na periferia de São Paulo. 2013. Tese (Doutorado em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013. Acesso em: 12 jul. 2019.

GRAMSCI, Antonio. Os intelectuais e a organização da cultura. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

HALL, Stuart. A Questão da Identidade Cultural. ARANTES, Antonio A. (Revisão Técnica). JACINTO, Andréa B. M. e FRANGELA, Simone M. (Tradutoras). Coleção Textos Didáticos nº 18. Campinas: IFCH/UNICAMP, 1995.

HOOKS, Bell. Ensinando a transgredir. São Paulo: WTF Martins Fontes, 2013.

KOWARICK, Lúcio. Sobre a vulnerabilidade socioeconômica e civil — Estados Uni dos, França e Brasil, Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 18, n. 51, p. 61 85, 2003.

LACLAU, Ernesto. Inclusão, exclusão e a construção de identidades. In: AMARAL JR, Aécio; BURITY, Joanildo (Orgs.). Inclusão social, identidade e diferença: perspectiva pós estruturalista de análise social. São Paulo: Annablume, 2006.

LYRA, Bernadete. Cinema Periférico de Bordas. Comunicação, Mídia e Consumo (São Paulo. Impresso), v. 6, p. 31-48, 2009.

LYRA, Bernadete. A Experiência Periférica das Bordas no Cinema. TOMA UNO, v. 1, p. 47-59, 2017.

MARICATO, Ermínia. Metrópole na periferia do capitalismo: Ilegalidade, desigualdade e violência. São Paulo: Hucitec, 1996.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. 6ª ed. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2009.

ORTIZ, Renato. Cultura brasileira e identidade nacional. São Paulo: Brasiliense, 2006. (8ª reimpr. da 5. ed. de 1994)

PAULINO, Fernando Oliveira; SILVA, Luiz Martins da (Orgs.). Comunicação Pública em práticas. São Paulo: Ed. Paulus, 2007.

PRYSTHON, Angela. Do Terceiro Cinema ao cinema periférico. Revista Periferia: Educação, Cultura e Consumo, v. 1, n. 1, jan./jun. 2009.

RAMOS, Murilo César e SANTOS, Suzy (orgs). Políticas de comunicação: buscas teóricas e práticas. São Paulo: Paulus, 2007.

ROCHA, Glauber. Revolução do Cinema Novo. São Paulo: Cosac & Naify, 2004.

SANTOS, Milton. Por uma outra globalização: do pensamento único à consciência universa. Rio de Janeiro: Editora Record, 2008.

SARAVIA, Enrique. FERRAREZI, Elizabete. Políticas públicas: coletânea. Brasília: ENAP, 2009, pp. 21-42. Disponível em: http://repositorio.enap.gov.br/bitstream/1/1254/1/cppv1_0101_saravia.pdf. Acesso em: 10 jul. 2019

SIMIS, Anita. Estado e cinema do Brasil. São Paulo: ANNABLUME, 1996.

SUBIRATS, Joan. Análisis de políticas públicas y eficacia de la administración. Ministerio para las Administraciones Públicas: Madrid, 1994.

TEIXEIRA, Roberto Aparecido. Representações da periferia no cinema brasileiro: do neorrealismo ao hiper-realismo. 2012. 239 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília, 2012. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/88794. Acesso em: 15 ago. 2019.

XAVIER, Ismail. Alegorias do Subdesenvolvimento. São Paulo: Cosac & Naify, 2012.

ZANETTI, Daniela. Cinema de Periferia: Narrativas do Cotidiano, Visibilidade e Reconhecimento Social. 2010. Tese (Doutorado em Comunicação e Cultura Contemporâneas) - Salvador, UFBA, 2010.

Downloads

Publicado

2021-02-03

Como Citar

Gonçalves, J. D. (2021). Hiper-realismo, autorrepresentação e meios de produção: um ensaio de conceituação do cinema periférico. Revista Alterjor, 23(1), 144-168. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p144-168