A desertificação midiático-esportiva do Mato Grosso do Sul: primeiras análises e reflexões sobre a cobertura jornalística do esporte local

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p344-350

Palavras-chave:

Mídia, Esporte, Jornalismo esportivo, Mídia regional, Enquadramento

Resumo

O objetivo do estudo foi compreender como a construção noticiosa sobre esporte no Mato Grosso do Sul contribui para o processo de desertificação midiático-esportiva da região. Recolhemos notícias de três portais de notícias do estado durante os Jogos Pan-americanos e Jogos Parapan-americanos de 2019. Mapeamos 77 notícias relacionadas ao primeiro e 21 notícias referentes ao segundo evento. Codificamo-las e submetemos para leitura pelo programa estatístico Iramuteq, com complemento analítico sobre autoria e enquadramento das notícias. A partir das análises, observamos 65,7% das notícias com replicação de conteúdos de agências e 78,6% delas com enquadramento nacional ou global. Notamos, então, a tendência de desertificação midiático-esportiva da região, muito influenciada pelo subdesenvolvimento esportivo local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Breno Brey D'auria, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professor de Educação Física, estudante do curso de Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Pesquisador do Remix - Observatório de mídias, tecnologias digitais e práticas corporais.

Marina Brasiliano Salerno, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professora Doutora do Curso de Educação Física, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Silvan Menezes dos Santos, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Professor Adjunto dos cursos de Educação Física da Faculdade de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Coordenador do Remix - Observatório de mídias, tecnologias digitais e práticas corporais. Pesquisador do Laboratório e Observatório da Mídia Esportiva (LaboMídia).

Referências

ACCOUNTABLE SPORTS JOURNALISM. Guidelines for covering sports responsibly. Accountable Sports Journalism, 2017. Disponível em: https://accountablesportsjournalism.org/code/. Acesso em: 23 jan. 2020

BETTI, M. Esporte na mídia ou esporte da mídia? Motrivivência, n. 17, p. 1–3, 2001.

BITENCOURT, F. G. et al. Ritual olímpico e os mitos da modernidade: implicações midiáticas na dialética universal-local. Pensar a prática, v. 8, n. 1, p. 2277–2277, 2005.

BRITISH PARALYMPIC ASSOCIATION. Guide to Reporting on Paralympic Sport. Reino Unido: ParalympicsGB, 2012. Disponível em: http://paralympics.org.uk/uploads/documents/imported/ParalympicsGB_Guide_to_Reporting_on_Paralympic_Sport_-_June_2012.pdf. Acesso em 22 out. 2020

BRUCE, T. Us and them: the influence of discourses of nationalism on media coverage of the Paralympics. Disability & Society, v. 29, n. 9, p. 1443–1459, 2014.

CAMARGO B, JUSTO AM. IRAMUTEQ: um software gratuito para análise de dados textuais. Temas em Psicologia, Ribeirão Preto, v. 21, n. 2, p. 513-518, dez. 2013. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-389X2013000200016&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 4 out. 2017.

FERNANDES, M. L. A proximidade como critério de noticiabilidade: a força da notícia local. In: SILVA, G.; SILVA, M. P. DA; FERNANDES, M. L. (Eds.). Critérios de noticiabilidade: problemas conceituais e aplicações. Florianópolis: Insular, 2014. p. 139–156.

HELAL, R. Mídia, a construção da derrota e o mito do herói. Motus corporis, v. 5, n. 2, p. 141–155, 1998.

INTERNATIONAL PARALYMPIC COMMITTEE. Guide to reporting on persons with an impairment. Bonn: International Paralympic Committee, 2014. Disponível em: https://www.paralympic.org/sites/default/files/document/141027103527844_2014_10_31+Guide+to+reporting+on+persons+with+an+impairment.pdf. Acesso em 22 out. 2020

MARCHI JUNIOR, W. O esporte “em cena”: perspectivas históricas e interpretações conceituais para a construção de um Modelo Analítico. The journal of the Latin American socio-cultural studies of sport (ALESDE), v. 5, n. 1, p. 46-67, 2016.

MARQUES, H. R. et al. Metodologia da pesquisa e do trabalho científico. 5. ed. Campo Grande: UCDB, 2017.

MARQUES, R. F. R. O conceito de esporte como fenômeno globalizado: pluralidade e controvérsias. Revista Observatório del deporte, v. 1, n. 1, p. 147–185, 2015.

MARQUES, R. F. R.; ALMEIDA, M. A. B. DE; GUTIERREZ, G. L. Esporte: um fenômeno heterogêneo: estudo sobre o esporte e suas manifestações na sociedade contemporânea. Movimento (ESEF/UFRGS), v. 13, n. 3, p. p.225-242, 2007.

MARQUES, R. F. R.; GUTIERREZ, G. L.; MONTAGNER, P. C. Novas configurações socioeconômicas do esporte na era da globalização. Revista da Educação Física/UEM, v. 20, n. 4, p. 637–648, 2009.

MEZZAROBA, C. et al. Jogos Pan-Americanos Rio / 2007 : os “ locais ” na mídia regional. Descrição e análise da cobertura em jornais das cinco regiões brasileiras. In: PIRES, G. D. L. (Ed.). “Observando” o Pan Rio/2007 na mídia. Florianópolis: Tribo da Ilha, 2009. p. 29–45.

MEZZAROBA, C. et al. O papel da mídia sergipana nas estratégias de agendamento na mobilização da dialética global-local a partir de uma situação concreta: as Olimpíadas / 2012. Motrivivência, v. 27, n. 44, p. 64–78, 2015.

MORAES, D. De. O planeta mídia: tendências da comunicação na era global. Campo Grande: Letra Livre, 1998.

PAPPOUS, A.; SOUZA, D. L. DE. Guia para a mídia: Como cobrir os Jogos Paralímpicos Rio 2016. Brasília: University of Kent / Universidade Federal do Paraná, 2016. Disponível em: http://www.cpb.org.br/documents/20181/0/Guia+para+a+mídia+Rio+2016/a26cb813-1e28-4e71-84d8-bd93ea39308c. Acesso em 22 out. 2020

PERUZZO, C. M. K. Mídia regional e local: aspectos conceituais e tendências. Comunicação & Sociedade, v. 26, n. 43, p. 67–84, 2005.

PIRES, G. D. L. Breve introdução ao estudo dos processos de apropriação social do fenômeno esporte. Revista de Educação Física/UEM, v. 9, n. 1, p. 25–34, 1998.

PIRES, G. D. L. A Educação Física e o discurso midiático: abordagem crítico-emancipatória. Ijuí: Unijuí, 2002.

PIRES, G. D. L. Introdução. In: PIRES, G. D. L. (Org.). “Observando” o Pan Rio-2007 na mídia. Florianópolis: Tribo de Ilha, 2009, p. 15-26.

PIRES, G. D. L. et al. Jogos Olímpicos e a Dialética Global-Local : os Catarinenses em Atenas / 2004 na Mídia impressa regional. In: SANFELICE, G.; MYSKIW, M. (Eds.). Mídia e Esporte: Temas Contemporâneos. Novo Hamburgo: Feevale, 2008. p. 65–90.

PIRES, G. D. L.; LAZZAROTTI FILHO, A.; LISBÔA, M. M. Educação Física, mídia e tecnologias – Incursões, pesquisa e perspectivas. Kinesis, v. 30, n. 1, p. 55–79, 2012.

RATINAUD P. IRAMUTEQ: Interface de R pour les Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires [Computer software], 2009. http://www.iramuteq.org/

RIBEIRO, S. D. D. et al. Os atletas sergipanos em debate : análise da cobertura jornalística do Pan Rio-2007. In: PIRES, G. D. L. (Ed.). “Observando” o Pan Rio/2007 na mídia. Florianópolis: Tribo da Ilha, 2009. p. 129–148.

SANTOS, S. M. DOS et al. “ DAY AFTER ”: o adeus aos Jogos Olímpicos de Londres / 2012 e as boas vindas ao Rio / 2016. Lúdica Pedagógica, v. 20, n. 20, p. 117–135, 2016.

SANTOS, D. S.; MEDEIROS, A. G. O discurso midiático e as representações sociais do esporte: o atleta como modelo de comportamento. Pensar a prática, v. 12, n. 3, p. 1–11, 2009.

SANTOS, S. M. dos; MEZZAROBA, C.; SOUZA, D. L. de. Jornalismo esportivo e Infotenimento: a (possível) sobreposição do entretenimento à informação no conteúdo jornalístico do esporte. Corpoconsciência, v. 21, n. 2, p. 93–106, 2017.

SILVA, R. DOS S. et al. Critérios de Noticiabilidade, Valores-Notícia e Jornalismo de Proximidade para o Desenvolvimento Regional/Local. 40o Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação. Anais...Curitiba-PR: Intercom - Revista Brasileira de Ciências da Comunicação, 2017.

SPÀ, M. DE M. Comunicación y deporte en la era digital: sinergias, contradicciones y responsabilidades educativas. Contratexto, v. 12, p. 73–92, 1999.

SPÀ, M. DE M. Comunicación y deporte en la era digital. (Asociación Española de Investigación Social Aplicada al Deporte, Ed.)IX Congreso de la Asociación Española de Investigación Social Aplicada al Deporte (AEISAD). Anais...Las Palmas de Gran Canaria: Centre d’Estudis Olímpics UAB, 2007. Disponível em: http://olympicstudies.uab.es/pdf/wp107_spa.pdf

TORRES NETO, A. P. A seca vira notícia: a proximidade como critério de noticiabilidade no jornalismo regional. 15o Encontro Nacional de Pesquisadores em Jornalismo. Anais...São Paulo: SBPJor - Associação Brasileira de Pesquisadores em Jornalismo, 2017.

WOLF, M. La investigación de la comunicación de masas: crítica y perspectivas. Barcelona: Ediciones Paidós Ibérica, 1987.

Downloads

Publicado

2021-02-03

Como Citar

D’auria, B. B., Salerno, M. B., & Santos, S. M. dos. (2021). A desertificação midiático-esportiva do Mato Grosso do Sul: primeiras análises e reflexões sobre a cobertura jornalística do esporte local. Revista Alterjor, 23(1), 344-350. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v23i1p344-350