Jornalismo Contracultural

Autores

  • Silvio Ricardo Demétrio Universidade Estadual de Londrina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v24i2p290-303

Palavras-chave:

Contracultura, New Journalism, Jornalismo Literário

Resumo

Como fenômeno, o new journalism está vinculado diretamente à contracultura. É possível pensar até uma extrapolação do fenômeno de modo a estabelecer parâmetros mais abrangentes que configurem uma noção de uma atitude epistêmica voltada para um jornalismo contracultural como um conjunto de pressupostos que pode ser observado na produção de alguns jornalistas. O presente artigo trabalha com esse horizonte a partir das noções nietzschianas de "valor" e de "bem comum" como antagônicas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvio Ricardo Demétrio, Universidade Estadual de Londrina

Possui graduação em Comunicação Social Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (1994), mestrado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2001) e doutorado em Epistemologia da Pesquisa Em Comunicação pela Universidade de São Paulo (2007). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual de Londrina. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em Jornalismo Especializado (Comunitário, Rural, Empresarial, Científico), atuando principalmente nos seguintes temas: comunicação visual, cinema, visualidade, jornalismo, jornalismo cultural, jornalismo opinativo, jornalismo literário e contracultura.

Referências

ELIAS, Norbert e SCOTSON, John. Os Estabelecidos e os Outsiders. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2000.

FAERMAN, Marcos. O Crime no Novo Jornalismo. VERSUS nº 03, agosto/setembro, 1983.

GOMES, Mayra Rodrigues. Jornalismo e Ciências da Linguagem. São Paulo, Hacker, 2000

GOMES, Mayra Rodrigues. Ética e Jornalismo – Uma cartografia dos valores. São Paulo, Escrituras, 2002.

JOHNSON, Michael. The New Journalism – Understanding Press, the Artists of NonFictiom, and Changes in the Estabilished Media. Lawrence, Manhattan, Witchita, University Press of Kansas, 1971.

LEMINSKI, Paulo. Forma é Poder. Folha de São Paulo, Folhetim, 04/071982

LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas Ampliadas. São Paulo, Manole, 2004.

MACIEL, Luis Carlos. Nova Consciência – Jornalismo Contracultural – 1970-1972. Rio de Janeiro, eldorado, 1973.

MACIEL, Luis Carlos. Geração em Transe – memórias do tempo do tropicalismo. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1996.

NIETZSCHE, Friedrich. Além do Bem e do Mal – prelúdio a uma filosofia do futuro. São Paulo, Cia. Das Letras, 1992.

ONFRAY, Michel. A Política do Rebelde – tratado de resistência e insubmissão. Rio de Janeiro, Rocco, 2001.

RAJCHMAN, John. Eros e Verdade – Lacan e a questão da ética. Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 1993.

RESENDE, Fernando. Textuações – ficção e fato no jornalismo de Tom Wolfe. São Paulo, Annablume / FAPESP, 2002.

ROSZAK, Theodore. A Contracultura. Petópolis, Vozes, 1972

WISNIK, José Miguel. Ilusões Perdidas. In NOVAES, Adauto. Ética. São Paulo, Cia das Letras, 1992.

WOLFE, Tom. The New Journalism. New York, Harper & Row, 1973.

WOLFE, Tom. The Eletric Kool-Aid Acid Test. New York, Farrar, 1968.

Downloads

Publicado

2021-08-02

Como Citar

Demétrio, S. R. (2021). Jornalismo Contracultural. Revista Alterjor, 24(2), 290-303. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v24i2p290-303