As restrições à circulação da imprensa alternativa e dos jornais estudantis em Brasília durante a ditadura militar (1964-1985)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v27i1p146-164

Palavras-chave:

Censura em Brasília, Imprensa alternativa, Jornais estudantis, Ditadura Militar, Liberdade de imprensa

Resumo

No governo militar, além da censura prévia, existiu também uma repressão difusa aos meios de comunicação, exercida a partir de métodos como: vigilância, perseguição e punição de jornalistas e coação dos veículos da imprensa alternativa a partir de auditorias fiscais e controle de publicidade governamental, entre outros meios. Neste contexto, o presente trabalho tem como objetivo principal: identificar e analisar as formas e os momentos de restrição à circulação da imprensa alternativa e estudantil nacional e local durante a Ditadura Militar. A partir de uma pesquisa exploratória e descritiva, com abordagem qualitativa, foi realizada uma análise documental dos materiais presentes em arquivos e comissões da verdade. Verificou-se que a imprensa alternativa e estudantil de Brasília entraram no radar da repressão do governo militar e tiveram sua circulação ameaçada por apreensões de exemplares, ataques a vendedores, assim como, a partir da extinção forçada de jornais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raphael Diego Greenhalgh, Universidade de Brasília

ossui Pós-doutorado em Ciência da Informação (2020) pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Doutorado em CI (2014) pela Universidade de Brasília (UnB) e graduação em Biblioteconomia (2008) também pela UnB. Foi agraciado com o Prêmio Capes de Teses edição 2015. A partir de 2008, tornou-se bibliotecário da Coleção de Obras Raras da Biblioteca Central da UnB. Foi editor convidado do Dossiê Coleções Especiais da revista Biblos, da Universidade Federal do Rio Grande (FURG), publicado em 2022, e membro do Grupo de Trabalho sobre Patrimônio Bibliográfico e Documental do Conselho Federal de Biblioteconomia (CFB), em 2021. Também é membro do Conselho Técnico Assessor do Grupo de Trabalho de Tráfico Ilícito do Patrimônio Documental (GTTIPD), no âmbito da Associação Latino Americana de Arquivos (ALA). Possui experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Biblioteconomia, atuando principalmente nos seguintes temas: obras raras, coleções especiais, segurança contra roubo e furto do patrimônio bibliográfico e documental, seleção de livros raros, história do livro, censura a livros, censura à imprensa, história da censura, censura na Ditadura Militar, colecionismo, ex-líbris e marcas de proveniência.

Referências

AMORIM, Célia Regina Trindade Chagas; SILVA, Lanna Paula Ramos da. Ditadura Militar (1964-1985): o movimento estudantil e a comunicação alternativa na Amazônia paraense. Revista Observatório, Palmas, v. 2, n. 5, p. 177-199, set./dez. 2016. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/observatorio/article/view/2954/9371. Acesso em: 29 set. 2022.

BÁEZ, Fernando. História universal da destruição dos livros: das tábuas da Suméria à guerra do Iraque. Rio de Janeiro: Ediouro, 2006.

BRASIL. Secretaria Especial dos Direitos Humanos. Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. Direito à verdade e à memória: Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos. Brasília: Secretaria Especial dos Direitos Humanos, 2007.

CHAGAS, Vicktor. Um outro ângulo à liberdade de imprensa: os atentados às bancas de jornais durante a ditadura militar e a compreensão legislativa sobre a distribuição da imprensa escrita no Brasil. Lumina, Juiz de Fora, v. 8, dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/21133. Acesso em: 18 abr. 2020.

COMISSÃO Anísio Teixeira de Memória e Verdade. Relatório. Brasília: UnB, 2015. Disponível em: http://www.comissaoverdade.unb.br/images/docs/Relatorio_Comissao_da_Verdade.pdf. Acesso em: 16 abr. 2020.

GREENHALGH, Raphael Diego. Os livros e a censura em Brasília durante a Ditadura Militar (1964-1985). Informação & Sociedade: Estudos, João Pessoa, n.3, v.30, p. 1-15, jul./set. 2020. Disponível em: https://doi.org/10.22478/ufpb.1809-4783.2020v30n3.52231. Acesso em: 10 set. 2022.

GURGEL, Antonio de Pádua. Jornal da década de 70. Vitória: Pro Texto, 2011.

KUCINSKI, Bernardo. Jornalistas e revolucionários: nos tempos da imprensa alternativa. São Paulo: Edusp, 2018.

LIMA, Alexandre Siqueira. Primavera nos dentes: desbunde, anticomunismo e repressão na cidade em quadrinhos (1972-1973). 2017. 197 p. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Brasília, 2017. Disponível em: https://repositorio.unb.br/handle/10482/24724. Acesso em: 29 set. 2022.

MANCUSO, José Humberto. Imprensa alternativa: publicações que uniram corações e mentes. In: SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS DO DISTRITO FEDERAL (Coord.). Jornalismo de Brasília: impressões e vivências. Brasília: Lantana Comunicação, 1993.

MARTINS, Ana Luiza; LUCA, Tania Regina de. História da imprensa no Brasil. São Paulo: Contexto, 2015.

MÜLLER, Angélica. Resistência do movimento estudantil e censura nos “anos de chumbo”. Idéias, Campinas, n. 1, jan./jul. 2010. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/ideias/article/view/8649302/15857. Acesso em: 29 set. 2022.

REIS, Susana Azevedo; MUSSE, Christina Ferraz. “Bar Brazil”: Uma análise das edições do jornal estudantil de Juiz de Fora. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO, 38., 2015, Rio de Janeiro. Anais... Belo Horizonte: Intercom, 2015. Disponível em: https://docplayer.com.br/10171632-Bar-brazil-uma-analise-das-edicoes-do-jornal-estudantil-de-juiz-de-fora-1.html. Acesso em: 29 set. 2022.

SANTOS, Josiel Machado. A bibliocastia como mecanismo de controle social. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, n. 2, v. 13, p. 85-96, jul./dez. 2017. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/538. Acesso em: 29 set. 2022.

SMITH, A.-M. Um acordo forçado: o consentimento da imprensa à censura no Brasil. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2000.

Downloads

Publicado

2023-01-30

Como Citar

Greenhalgh, R. D. (2023). As restrições à circulação da imprensa alternativa e dos jornais estudantis em Brasília durante a ditadura militar (1964-1985). Revista Alterjor, 27(1), 146-164. https://doi.org/10.11606/issn.2176-1507.v27i1p146-164

Dados de financiamento