Uma história que permanece viva

  • Enio Moraes Jr Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Camila Câmara Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Naíla Almeida Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Uly Barbosa Escola Superior de Propaganda e Marketing
  • Victória Neumann Escola Superior de Propaganda e Marketing
Palavras-chave: Ensino do jornalismo, Entrevistas, História brasileira

Resumo

O jornalismo e o ensino do jornalismo cumprem seu papel quando ajudam a contar e a recontar a história, resgatando, em documentos ou por meio da fala de cidadãos, a memória de um povo. A seguir, quarto reportagens e uma entrevista realizadas por quatro alunas do curso de jornalismo da ESPM-SP. Os textos são produto de um trabalho experimental das alunas na disciplina "Apuração e Texto Jornalístico", ministrada no primeiro ano da faculdade. A ideia central era que as estudantes articulassem, em suas matérias, informações de fontes documentais com entrevistas com personagens que viveram a ditadura no Brasil ou que pudessem falar, como especialistas, sobre o assunto

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Enio Moraes Jr, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Doutor em Ciências da ComunicaçãoDocente do curso de bacharelado em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo
Camila Câmara, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Aluna do 1° semestre do curso de Jornalismo / ESPM-SP
Naíla Almeida, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Aluna do 2° semestre do curso de Jornalismo / ESPM-SP
Uly Barbosa, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Aluna do 1° semestre do curso de Jornalismo / ESPM-SP
Victória Neumann, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Aluna do 1° semestre do curso de Jornalismo / ESPM-SP
Publicado
2014-11-28
Como Citar
Moraes Jr, E., Câmara, C., Almeida, N., Barbosa, U., & Neumann, V. (2014). Uma história que permanece viva. Revista Alterjor, 10(2), 143-158. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/88328