Ciranda do MAB: o imaginário infantil nos movimentos sociais

Autores

  • Ana Aparecida Frabetti Valim Alberti Universidade Metodista de São Paulo

Palavras-chave:

imaginário infantil, comunicação popular, participativa e comunitária, movimento social

Resumo

O artigo pretende entender como se trabalha o imaginário infantil no contexto dos movimentos sociais, no caso específico do Movimento dos Atingidos por Barragens, o MAB, bem como identificar qual é o papel da comunicação na construção desse imaginário. A pesquisa se pautou na experiência denominada Ciranda Infantil do MAB, o espaço de discussão dos “atingidinhos”, valendo-se de procedimentos metodológicos que vão da pesquisa bibliográfica à documental e de entrevista aberta. Concluindo-se que mais do que reafirmar valores humanos de convivência social, a preocupação do movimento é formar novas lideranças que possam dar continuidade à luta dos atingidos

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Aparecida Frabetti Valim Alberti, Universidade Metodista de São Paulo

Jornalista, mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social (PÓSCOM) da Universidade Metodista de São Paulo - UMESP

Downloads

Publicado

2015-10-06

Como Citar

Alberti, A. A. F. V. (2015). Ciranda do MAB: o imaginário infantil nos movimentos sociais. Revista Alterjor, 12(2), 30-43. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/aj12-a02