Espetacularização ou dialogia? O repórter em trânsito no espaço urbano

Autores

  • Mara Ferreira Rovida Faculdades Integradas Rio Branco

Palavras-chave:

Radiojornalismo, trânsito urbano, dialogia, espetacularização

Resumo

A dialogia se apresenta como um processo que vai na contramão do espetáculo, no sentido debordiano do termo. Ao observar as formas mais recorrentes de cobertura jornalística da mobilidade urbana, percebe-se uma certa insistência na leitura do trânsito por meio de números. Esse formato se enquadra numa perspectiva de esvaziamento de sentido da informação pela abstração apresentada pelo excesso de índices e taxas que tentam dar conta da realidade. Mas, no exemplo de uma emissora de rádio cuja grade de programação é totalmente dedicada a essa pauta, é possível identificar no próprio padrão de cobertura a dialogia jornalística como uma possibilidade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mara Ferreira Rovida, Faculdades Integradas Rio Branco

Doutora em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo; mestre em Comunicação pela Faculdade Cásper Libero; jornalista; professora no curso de jornalismo das Faculdades Integradas Rio Branco; membro do grupo de pesquisas do CNPQ Comunicação e Sociedade do Espetáculo

Downloads

Publicado

2015-10-06

Como Citar

Rovida, M. F. (2015). Espetacularização ou dialogia? O repórter em trânsito no espaço urbano. Revista Alterjor, 12(2), 108-122. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/aj12-a8