Novos formatos do Telejornalismo: as mudanças editoriais do NETV 1ª Edição

Autores

Palavras-chave:

Jornalismo de Serviço, Coparticipação, NETV 1ª Edição

Resumo

Nos últimos anos, os meios de comunicação vêm alterando características dos seus programas (formato, linguagem, etc.) no intuito de se aproximar ainda mais do público. Em certos telejornais locais, como o NETV 1ª Edição da Rede Globo Nordeste, pode-se perceber uma maior participação da população na produção das notícias e um aumento de matérias que tratam da realidade das comunidades, por meio do jornalismo de serviço. Quadros como o Calendário NETV e a Blitz mostram como as últimas mudanças editoriais do telejornal pernambucano voltam-se para a garantia de direitos básicos dos cidadãos, construindo, assim, um laço de confiança com a população. Logo, esse trabalho visa compreender como o jornalismo de prestação de serviço e a coparticipação do público ocorrem no NETV

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caíque Luiz Batista de Paula, Universidade Federal de Pernambuco

Aluno de graduação em Comunicação Social - Jornalismo do Departamento de Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco - Centro de Artes e Comunicação.

Cristina Teixeira Vieira de Melo, Universidade Federal de Pernambuco

Orientadora do trabalho e professora doutora do Curso de Comunicação Social - Jornalismo do Departamento de Comunicação da Universidade Federal de Pernambuco - Centro de Artes e Comunicação.

Downloads

Publicado

2015-10-06

Como Citar

de Paula, C. L. B., & Vieira de Melo, C. T. (2015). Novos formatos do Telejornalismo: as mudanças editoriais do NETV 1ª Edição. Revista Alterjor, 12(2), 218-233. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/aj12-ea03