Um Brasil vestido de Chita - Olimpíadas 2016

Autores

  • Alice Zózima Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Palavras-chave:

Olimpíada Rio-2016, megaeventos, comunicação, esporte, turismo

Resumo

O Brasil sempre foi visto como um país cheio de cores, vida e festa. Sem esquecer seu clima tropical, sua biodiversidade e suas atrações diversas concentradas nas florestas, praias e montanhas. Ele é um país que atira todo tipo de turismo, seja ele ecológico, cultural, histórico e/ou esportivo. Para este artigo a análise será efetuada neste último, pois para os praticantes de esportes, esse país é um prato cheio, tem de tudo. Dos esportes radicais aos tradicionais. Sobretudo, neste requisito ele começa a alcançar outros níveis, o da realização de megaeventos. Tanto é que em menos de 10 anos, para ser mais precisa, entreos anos de 2007 a 2015 ele realizou:Copa do Mundo de Futebol, Pan Americano, Jogos Mundiais Militares e Copa das Confederações de futebol da FIFA. E por último os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, em 2016. Qualquer país que sediasse um desses eventos, causaria uma reviravolta em termos de infraestrutura, urbanismo, problemas socioeconômicos, fundiários e ambientais. Imaginem tudo isso em um só país, como é o caso do Brasil. A mudança repentina, trouxe vários impactos sendo eles positivos e negativos. É o que será analisado neste artigo. Para ilustrar melhor essarealidade serão observadas duas personagens bem emblemáticas da cultura brasileira. A primeira conhecida mundialmente pela canção a Garota de Ipanema de Antônio Carlos Jobim e Vinicius de Moraes, e a segunda pela literatura brasileira, no romance a Hora da Estrela de Clarice Lispector, com a Garota Macabéa. Ambas figuras imaginárias, mas que nos serviram de exemplo para mostrar uma realidade vestida de Chita que vive nosso Brasil

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alice Zózima, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Doutoranda pela Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo e pelo laboratório I3M da Universidade de Toulon/França

Downloads

Publicado

2015-10-06

Como Citar

Zózima, A. (2015). Um Brasil vestido de Chita - Olimpíadas 2016. Revista Alterjor, 12(2), 167-183. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/aj12-ens1