Uma agenda para o jornalismo nos Jogos Olímpicos Rio 2016

Autores

  • Anderson Gurgel Campos Universidade Presbiteriana Mackenzie / Centro Universitário Belas Artes / Faap

Palavras-chave:

Rio 2016, jornalismo esportivo, cobertura, ensaio

Resumo

Com a aproximação da primeira edição de uma olimpíada na América do Sul, levantamos algumas questões fundamentais para uma cobertura jornalística que leve ao pódio valores que promovam o ser humano, o esporte e a cultura local.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Anderson Gurgel Campos, Universidade Presbiteriana Mackenzie / Centro Universitário Belas Artes / Faap

Doutor e Mestre em Comunicação e Semiótica, professor de jornalismo e marketing esportivo na Universidade Presbiteriana Mackenzie, no Centro Universitário Belas Artes e na pós-graduação da FAAP, todos localizados na cidade de São Paulo. Desenvolve pesquisas relacionando a comunicação com o esporte e com a economia do esporte

Downloads

Publicado

2015-10-06

Como Citar

Campos, A. G. (2015). Uma agenda para o jornalismo nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Revista Alterjor, 12(2), 184-196. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/alterjor/article/view/aj12-ens2