As reminiscências da guerra no mangá e no animê

Autores

  • Marina Teresinha Rosa de Melo
  • Madalena Natsuko Hashimoto Cordaro

Palavras-chave:

Segunda Guerra Mundial, Mangá, Animê, Cultura Pop Japonesa.

Resumo

O mangá e o animê como os conhecemos hoje surgiram no pós-guerra japonês marcados por forte influência ocidental. Em várias obras podemos encontrar relatos, memórias e reminiscências da Segunda Guerra Mundial de forma explícita ou metafórica, como explosões nucleares ou cidades reduzidas a ruínas. Seguindo os estudos de Paul Gravett e Takashi Murakami, podemos traçar uma linha do tempo na qual se pode perceber um imaginário bélico na cultura pop japonesa bem como uma importante função social ocupada por obras de mangá e animê após a reestruturação do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marina Teresinha Rosa de Melo

Graduanda do curso de Letras em língua portuguesa e japonesa pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Trabalho desenvolvido como parte da pesquisa “Análise do Mangá e Animê pela Perspectiva do Movimento Pós-Modernista SUPERFLAT”, realizado entre 2014 e 2015 com a bolsa de Iniciação Científica concedida pelo governo de Toyama ao Centro de Estudos Japoneses da FFLCH-USP.

Madalena Natsuko Hashimoto Cordaro

Orientadora deste projeto, docente de Literatura Japonesa da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Tem experiência na área de Letras e Artes, com ênfase na área de japonês, atuando principalmente nos seguintes setores: literatura japonesa clássica e moderna, pintura e xilogravura japonesa e cultura japonesa.

Downloads

Publicado

2016-07-21

Como Citar

Melo, M. T. R. de, & Cordaro, M. N. H. (2016). As reminiscências da guerra no mangá e no animê. Anagrama, 10(2). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/118021

Edição

Seção

Artigos