Do ato comunicacional à identidade: relações entre tempo e o sujeito

Autores

  • Guilherme Martins Batista
  • Rafael Grohmann

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-1689.anagrama.2017.135300

Palavras-chave:

Identidade, Midiatização, Comunicação.

Resumo

O propósito deste artigo é explorar a questão da identidade e sua transformação dentro da sociedade atual midiatizada. O objetivo é expor as constituições da memória no sujeito, com o viés de Jiani Bonin, suas mutações na constituição de suas percepções e afetações, além de expor a formação de sua capacidade de identificação. Neste sentido as abordagens de tempo e memória, por Henri Bergson, darão um fundo possível para uma discussão da constituição do indivíduo atual entre Stuart Hall e Alberto Melucci.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Martins Batista

Estudante de Jornalismo na Faculdade Cásper Líbero e Filosofia na Universidade de São Paulo – FFLCH. Email: guilhermembatisa@gmail.com.

Rafael Grohmann

Doutor e Mestre em Ciências da Comunicação da Universidade de São Paulo (USP). Coordenador Adjunto e Professor do Mestrado Profissional em Jornalismo do FIAM-FAAM. Coordenador do Grupo de Pesquisa "Jornalismo, Mercado de Trabalho e Novas Linguagens" (FIAM-FAAM) e integrante do Centro de Pesquisas em Comunicação e Trabalho (CPCT - ECA/USP). Email: rafael-ng@uol.com.br.

Downloads

Publicado

2017-08-08

Como Citar

Batista, G. M., & Grohmann, R. (2017). Do ato comunicacional à identidade: relações entre tempo e o sujeito. Anagrama, 11(1). https://doi.org/10.11606/issn.1982-1689.anagrama.2017.135300

Edição

Seção

Artigos