A FOTOGRAFIA E A MONTAGEM NA DRAMATIZAÇÃO DO FILME BIUTIFUL

Autores

  • Caio de Oliveira Santos Lima Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora
  • Mariana Lemos Schwartz Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Gustavo Burla Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora

Palavras-chave:

Cinema, fotografia, montagem, realidade, Biutiful

Resumo

O cinema é capaz de transmitir sensações reais ao espectador e, para isso, lança mão de algumas ferramentas da linguagem cinematográfica. Dentre essas, duas que se destacam são a fotografia e a montagem, que se utilizadas de maneira coerente, são capazes de transformar o resultado final de um filme. O trabalho em questão exalta a utilização da iluminação, dos movimentos e posicionamentos de câmera e da justaposição de imagens como ferramentas de dramatização no cinema. Além disso, procura mostrar como esses elementos auxiliam o espectador na interiorização, no entendimento e na aceitação do filme. Os estudos são aplicados em uma análise do filme Biutiful (2010).

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Caio de Oliveira Santos Lima, Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora

Graduado em Publicidade e Propaganda pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora. A fotografia está presente em sua vida tanto no meio prático, como no teórico.

Mariana Lemos Schwartz, Universidade Federal de Juiz de Fora

Bacharela em Artes e Design e em Cinema e Audiovisual pela UFJF. Graduada em Publicidade e Propaganda pelo CES/JF. Mestranda no Programa de Pós-graduação em Artes, Cultura e Linguagens do Instituto de Artes e Design da UFJF.

Gustavo Burla, Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora

Professor do curso de Comunicação Social do Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora. Bacharel em Comunicação Social e Filosofia pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Mestre
em Teoria da Literatura pela UFJF.

Downloads

Publicado

2018-06-28

Como Citar

Lima, C. de O. S., Schwartz, M. L., & Burla, G. (2018). A FOTOGRAFIA E A MONTAGEM NA DRAMATIZAÇÃO DO FILME BIUTIFUL. Anagrama, 12(1). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/145298

Edição

Seção

Artigos