FEBRE K-POP: A TEMPERATURA DO CONTEÚDO JORNALÍSTICO PRODUZIDO NO BRASIL SOBRE MÚSICA POP COREANA

Autores

  • Vitória Prieto Amá Faculdade Cásper Líbero
  • Gabriella Lima Silva Faculdade Cásper Líbero

Palavras-chave:

Produção de Notícias, K-pop, Jornalismo, Cultura pop, Música

Resumo

O presente trabalho se propõe compreender a cobertura sobre K-pop no Brasil, a partir da análise de dezenove notícias de diferentes veículos online, com base nas noções de acontecimento, fatos e valores-notícia. A partir da análise das notícias foi possível perceber dois tipos de matérias: as de cunho explicativo e as com caráter de divulgação de shows e eventos. Notou-se também a tentativa, nas notícias, de aumentar o interesse de suas matérias a partir do uso de hipérboles que indicam dramaticidade, no caso de notícias explicativas, e exagero, no caso de notas de divulgação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitória Prieto Amá, Faculdade Cásper Líbero

Graduanda em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.

Gabriella Lima Silva, Faculdade Cásper Líbero

Graduanda em Jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero.

Downloads

Publicado

2018-06-28

Como Citar

Amá, V. P., & Silva, G. L. (2018). FEBRE K-POP: A TEMPERATURA DO CONTEÚDO JORNALÍSTICO PRODUZIDO NO BRASIL SOBRE MÚSICA POP COREANA. Anagrama, 12(1). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/145610

Edição

Seção

Artigos