Retratos fotojornalísticos de beneficiárias do Programa Bolsa Família:

lugares de sujeição e resistência

Autores

  • Camila da Silva Fernandes Universidade Federal de Minas Gerais
  • Ângela Cristina Salgueiro Marques

Resumo

Partindo das controvérsias existentes em torno do Bolsa Família, visto por alguns como ferramenta de empoderamento e por outros como reforço da submissão feminina, este trabalho buscou observar o modo como essas questões permanecem visíveis no fotojornalismo. Com base nos conceitos de enquadramento, vulnerabilidade, sujeição e resistência, discutem-se as formas de invisibilização dos sujeitos, sobretudo mulheres empobrecidas, e as possibilidades de resistência à violência dos enquadramentos, exemplificadas em seis imagens extraídas de publicações impressas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-11-13

Como Citar

Fernandes, C. da S., & Marques, Ângela C. S. (2018). Retratos fotojornalísticos de beneficiárias do Programa Bolsa Família:: lugares de sujeição e resistência. Anagrama, 12(2). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/150328