Disparos solidários:

o registro da solidariedade na cobertura fotográfica da Segunda Guerra Mundial

Autores

  • Lucas de Oliveira Loconte Unicamp
  • Renan Luis Salermo

Palavras-chave:

fotografia, Segunda Guerra Mundial, análise de imagem, cobertura fotográfica, fotojornalismo

Resumo

Como o conjunto de escolhas envolvido na seleção das técnicas composicionais de uma fotografia é mediado por universos ideológicos, este artigo discute como a cobertura fotográfica realizada durante a Segunda Guerra Mundial trabalha com a temática de solidariedade em cenas do conflito. O corpus do estudo, selecionado em edições da Revista da Semana publicadas entre 1942 e 1945, apresenta diferentes técnicas de composição utilizadas pelos fotógrafos a partir das propostas de Umberto Eco sobre a retórica da imagem, que envolvem cinco níveis de decomposição da fotografia (icônico, iconográfico, tropológico, tópico e entimemático). As imagens apresentam cenas sob a perspectiva dos efeitos de sentido que as técnicas de composição engendram para entrever quais foram as significações urdidas a esse acontecimento nesse espaço específico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lucas de Oliveira Loconte, Unicamp

Graduado em Comunicação Social – Jornalismo pela Universidade Estadual Paulista (2015) e mestre em Divulgação Científica e Cultural pela Unicamp (2019), tem interesse no estudo da Linguagem Imagética e do uso da fotografia na cobertura jornalística. Atualmente trabalha com produção audiovisual.

Renan Luis Salermo

Graduado em Letras pela Universidade Estadual de Londrina (2012), mestre (2015) e doutor (2019) em Estudos da Linguagem também pela UEL. Tem interesse no Ensino de Língua Portuguesa, na Leitura e nos Quadrinhos. Atualmente é professor e coordenador de Língua Portuguesa.

Downloads

Publicado

2020-06-23

Como Citar

Loconte, L. de O., & Salermo, R. L. (2020). Disparos solidários:: o registro da solidariedade na cobertura fotográfica da Segunda Guerra Mundial. Anagrama, 14(1). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/165552