A cobertura jornalística da Segunda Intifada pela Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo

Autores

  • Ana Gabriela Farah Dotole FIAM FAAM Centro Universitário

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.1982-1689.v14i2p1-13

Palavras-chave:

Intifada, Folha de S.Paulo, O Estado de S.Paulo, Análise de conteúdo

Resumo

Este artigo analisa o processo de reconhecimento e de denominação de uma Segunda Intifada pelas coberturas jornalísticas da Folha de S.Paulo e de O Estado de S.Paulo. Para tanto, é investigada uma amostra de 29 matérias produzidas por esses veículos no início dos protestos, entre maio a outubro de 2000. A partir da adoção dos fundamentos da análise de conteúdo (Bardin), buscou-se compreender como os veículos reconheceram a consumação de uma nova Intifada no conflito entre israelenses e palestinos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-08

Como Citar

Farah Dotole, A. G. (2020). A cobertura jornalística da Segunda Intifada pela Folha de S.Paulo e O Estado de S.Paulo. Anagrama, 14(2), 1-13. https://doi.org/10.11606/issn.1982-1689.v14i2p1-13