The O baixo orçamento como estética nos filmes de terror brasileiro independente

uma análise do curta-metragem Cova Humana (Joel Caetano, 2019)

Autores

  • Matheus Maltempi Munhoz Universidade Estadual de Campinas

Palavras-chave:

baixo orçamento, cinema independente, horror, cinema brasileiro

Resumo

O objetivo deste artigo é analisar o curta-metragem Cova Humana, dirigido por Joel Caetano, lançado nos festivais em 2019, sob a ótica de como o baixo orçamento, comum nas produções independentes de horror no Brasil, influencia na estética do filme. Após uma breve contextualização do Paracinema de Jeffrey Sconce e do surgimento de comunidades paracinemáticas no Brasil, pretende-se observar por meio de uma análise fílmica, utilizando alguns teóricos do cinema, do último curta-metragem da RZP filmes, como houve a profissionalização dos diretores de cinema de horror independente que apropriaram-se das dificuldades do baixo orçamento como estética de seus filmes, conduzindo as narrativas das obras através da inventividade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-08

Como Citar

Munhoz, M. M. (2020). The O baixo orçamento como estética nos filmes de terror brasileiro independente: uma análise do curta-metragem Cova Humana (Joel Caetano, 2019). Anagrama, 14(2). Recuperado de https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/view/173416