Da fotografia à cultura visual: Arquivo Fotográfico e práticas de preservação do Iphan

Autores

  • Eduardo Augusto Costa Universidade Estadual de Campinas; Instituto de Filosofia e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672016v24n0301

Resumo

O arquivo fotográfico do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), como instituição de saber científico ligada à arquitetura e ao urbanismo, tem aqui um lugar de reflexão fundamental para a compreensão das práticas de preservação e restauro desenvolvidas pelo próprio instituto. Parte-se do princípio de que um arquivo é o próprio futuro da história, uma vez que é ali onde pesquisadores podem ter acesso ao passado ou, mais precisamente, a uma ideia de passado projetada para o futuro. Mediante um trabalho crítico e investigativo quanto à própria natureza desse arquivo, organizado essencialmente por meio de documentos fotográficos, este artigo pretende apresentar algumas das estratégias do Iphan na operacionalização e projeto de uma história para si, de uma história para a cultura brasileira. Este enfoque busca sinalizar certas questões e possíveis abordagens da cultura visual na sua relação com a historiografia da arquitetura e do patrimônio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-01

Como Citar

Costa, E. A. (2016). Da fotografia à cultura visual: Arquivo Fotográfico e práticas de preservação do Iphan. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 24(3), 19-43. https://doi.org/10.1590/1982-02672016v24n0301

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material