Habitação pública e modernização capitalista: uma relação dialética entre fontes de pesquisa e procedimentos de análise

Autores

  • Nilce Aravecchia-Botas Universidade de São Paulo; Faculdade de Arquitetura e Urbanismo

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672016v24n0307

Resumo

Este artigo pretende contribuir com uma reflexão metodológica acerca da história da habitação no Brasil, mais especificamente no que diz respeito ao início da ação estatal no setor. Os procedimentos de análise e as formas de mobilização das fontes utilizadas para o trabalho de doutorado realizado pela autora serão postos em tela com o objetivo de evidenciar as escolhas metodológicas que serviram para interpretar a produção pública de habitação entre 1930 e 1964, bem como sua relação com a constituição do sistema capitalista no Brasil. Tal esforço insere-se no trabalho coletivo de pesquisa do Grupo Pioneiros da Habitação Social no Brasil, coordenado por Nabil Bonduki, que realizou amplo levantamento de conjuntos habitacionais construídos no período em questão, e revelou uma diversidade de soluções arquitetônicas e urbanísticas. Devido à natureza do objeto de pesquisa, o grupo entrou em contato com várias fontes documentais que originaram um acervo extenso e diversificado em sua base material. Explorar, interpretar e construir abordagens historiográficas a partir desse acervo é tarefa que ainda não se esgotou. A análise apresentada se justifica diante da complexidade do objeto empírico e de sua inserção num momento crucial para o processo histórico brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2016-12-01

Como Citar

Aravecchia-Botas, N. (2016). Habitação pública e modernização capitalista: uma relação dialética entre fontes de pesquisa e procedimentos de análise. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 24(3), 177-198. https://doi.org/10.1590/1982-02672016v24n0307

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material