"Por conto e peso": o comércio de marfim no Congo e Loango, séculos XV – XVII

Autores

  • Mariza de Carvalho Soares Universidade Federal Fluminense

DOI:

https://doi.org/10.1590/1982-02672017v25n0103

Palavras-chave:

Marfim, Loango, Comércio, Congo, África centro-ocidental

Resumo

O artigo descreve a implantação do comércio de marfim na costa centro-ocidental africana entre 1490 e 1620. Essa região tem sido estudada do ponto de vista do comércio atlântico de escravos, mas não existem estudos dedicados ao marfim. O comércio do marfim bruto aparece na historiografia como referência passageira. Já a circulação do marfim lavrado tem sido estudada a partir de objetos encontrados nos museus europeus, ponto final de uma longa cadeia diplomática e comercial. Tomando como referência o comércio de marfim nos portos da costa do Congo e Loango, o texto estabelece o contexto africano de acesso ao marfim antes do crescimento do comércio de escravos na região, destacando sua importância no conjunto das atividades econômicas da época.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2017-04-01

Como Citar

Soares, M. de C. (2017). "Por conto e peso": o comércio de marfim no Congo e Loango, séculos XV – XVII. Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 25(1), 59-86. https://doi.org/10.1590/1982-02672017v25n0103

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material/Dossiê