Ouro Preto: dos gestos de transformação do "colonial" aos de construção de um "antigo moderno"

Autores

  • Heliana Angotti Salgueiro Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-47141996000100014

Palavras-chave:

História Urbana, Patrimônio histórico e desistoricização, Ouro Preto

Resumo

As transformações urbanas e arquiteturais introduzidas nas cidades do século XIX produziram diferentes maneiras de integrar inovações, coexistindo ou não com a preservação do passado e,mesmo, a construção de um "patrimônio histórico". São examinadas as diferentes variáveis em jogo,como, de um lado, o cosmopolitismo das medidas de intervenção e melhoramentos urbanos, e, de outro, a introdução de novos dispositivos formais, técnico-construtivos, ou a transferência demodelos, dentro do quadro de condições materiais, políticas e culturais. Toma-se Ouro Preto, acidade mitificada, como um estudo de caso para a compreensão dos esforços que procuraram aconstrução de um "monumento histórico", artificialmente homogeneizando a realidade urbana em detrimento de sua historicidade e das transformações ocorridas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

1996-01-01

Edição

Seção

Estudos de Cultura Material

Como Citar

SALGUEIRO, Heliana Angotti. Ouro Preto: dos gestos de transformação do "colonial" aos de construção de um "antigo moderno" . Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material, São Paulo, v. 4, n. 1, p. 125–163, 1996. DOI: 10.1590/S0101-47141996000100014. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5339.. Acesso em: 19 maio. 2024.