Circulação e mediação da obra de arte na Belle Époque paulistana

  • Mirian Silva Rossi USP; FFLCH; Depto de História
Palavras-chave: São Paulo, Campo artístico, Cultura material, Mercado de arte

Resumo

Este artigo trata de alguns dos principais aspectos que dizem respeito às inter-relações que a práxis artística mantinha com os circuitos de circulação e mediação da obra de arte, no período conhecido como Belle époque. A emergência de fenômenos específicos ligados ao campo em causa foi favorecida pelo ambiente de mudanças profundas, nos mais diversos níveis, que se instaurara na capital paulista em decorrência da Proclamação da República, do desenvolvimento da lavoura cafeeira e do crescimento da indústria. O amplo circuito que se formou em torno da arte, aqui exemplificado pelas exposições e pelos espaços de exposição permitiram apreender os principais elementos constitutivos do campo artístico paulistano em seu momento de nucleação original.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1999-01-01
Como Citar
Rossi, M. (1999). Circulação e mediação da obra de arte na Belle Époque paulistana . Anais Do Museu Paulista: História E Cultura Material, 6(1), 83-119. https://doi.org/10.1590/S0101-47141999000100005
Seção
Estudos de Cultura Material