Correspondências entre Joachim Le Breton e a corte portuguesa na Europa: o nascimento da Missão Artística de 1816

Autores

  • Elaine Dias USP; FAU

DOI:

https://doi.org/10.1590/S0101-47142006000200009

Palavras-chave:

Missao Artística, Francesa, Joachim Le Breton, Ensino artístico, Jean-Baptiste, Debret

Resumo

Uma série de documentos conservados no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, em Lisboa, oferece-nos ainda instrumentos significativos para a compreensão da origem da Missão Artística de 1816. Embora alguns historiadores brasileiros tenham já explorado intensamente este campo, dentre os quais as preciosas publicações de Afonso d'Escragnolle Taunay, Mário Barata e Mário Pedrosa - destacando-se também os escritos deJean-Baptiste Debret -, convém buscar novas luzes para entender a concepção do projeto de ensino artístico e industrial, ainda na Europa, pelas mãos de Joachim Le Breton. Como surgiu o projeto da Missão? Este artigo tem como objetivo a análise de algumas correspondências conservadas na Torre do Tombo, trocadas entre Le Breton e os diplomatas portugueses em 1815, ainda em Paris, visando à recuperação dos primeiros passos desta história.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2006-12-01

Edição

Seção

Documentos

Como Citar

DIAS, Elaine. Correspondências entre Joachim Le Breton e a corte portuguesa na Europa: o nascimento da Missão Artística de 1816 . Anais do Museu Paulista: História e Cultura Material, São Paulo, v. 14, n. 2, p. 301–313, 2006. DOI: 10.1590/S0101-47142006000200009. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anaismp/article/view/5452.. Acesso em: 20 jun. 2024.