Dos quadrinhos para o museu: a democratização da informação em artes para o público infantil

Autores

  • Cristina Carvalho
  • Thamiris Bastos Lopes
  • Clarisse Duarte Magalhães Cancela

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2015.105530

Palavras-chave:

museu, educação, informação, criança, arte.

Resumo

O artigo apresenta uma reflexão sobre a informação das obras de arte para o público infantil em museus, entendidos como aparatos informacionais que devem extrair informações de suas coleções com o intuito de gerar conhecimento para diferentes públicos. A partir da iniciativa do cartunista Mauricio de Souza em transformar seus personagens de história em quadrinhos em obras de arte para espaços museais, e com base na perspectiva walloniana do desenvolvimento infantil, discutimos a inserção de crianças nos museus de arte e as possibilidades de desenvolver ações educativas capazes de incluir esse público específico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cristina Carvalho

Grupo de Pesquisa em Educação, Museu, Cultura e
Infância (GEPEMCI).

Thamiris Bastos Lopes

Grupo de Pesquisa em Educação, Museu, Cultura e
Infância (GEPEMCI).

Clarisse Duarte Magalhães Cancela

Grupo de Pesquisa em Educação, Museu, Cultura e
Infância (GEPEMCI).

Downloads

Publicado

2015-06-14

Como Citar

Carvalho, C., Lopes, T. B., & Cancela, C. D. M. (2015). Dos quadrinhos para o museu: a democratização da informação em artes para o público infantil. ARS (São Paulo), 13(25), 169-181. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2015.105530

Edição

Seção

Arte, tecnologia e novas mídias