Mario Sironi nas chamadas Coleções Matarazzo do MAC USP

  • Andrea Augusto Ronqui Universidade de São Paulo
Palavras-chave: arte moderna italiana, Novecento Italiano, Expressionismo, fascismo

Resumo

O acervo de arte moderna italiana do MAC-USP pode ser considerado a maior coleção desse gênero fora da Itália e vem sendo objeto de estudo nos últimos anos. Das 71 obras italianas, seis são de autoria de Mario Sironi. Este artigo propõe uma apresentação do percurso do artista, com breve análise de sua evolução pictórica, a partir dos estudos já existentes, a fim de situar as obras sironianas do acervo do MAC no contexto de sua produção.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Andrea Augusto Ronqui, Universidade de São Paulo

Graduada em Storia e Tutela dei Beni Artistici pela Universidade de Florença. Mestranda do Programa Interunidades em Estética e História da Arte na Universidade de São Paulo, sob orientação da prof. Ana Gonçalves Magalhães.
Bolsista do Programa de Apoio à Pós-Graduação da Fundação CAPES

Publicado
2017-04-30
Como Citar
Ronqui, A. (2017). Mario Sironi nas chamadas Coleções Matarazzo do MAC USP. ARS (São Paulo), 15(29), 100-121. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2017.122437
Seção
Artigos