O revivalismo da arquitetura

Autores

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2021.169356

Palavras-chave:

William Morris, Arquitetura neogótica, Arte e sociedade, Crítica de arte

Resumo

Figura central na cultura britânica de fins do oitocentos, o escritor e designer William Morris (1834-1896) contribuiu também para a crítica de arte. Em "The Revival of Architecture", publicado originalmente em 1888 e aqui traduzido ao português, Morris apresenta um panorama histórico do Neogótico britânico, expondo em seguida a tese principal do ensaio, a saber, que a vitalidade e a popularidade do Gótico dependiam de um tipo específico de sociedade, organizada de modo inteiramente diverso daquela que pretendia recriar o estilo em outra época.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gustavo Lopes de Souza, Universidade de Brasília

Gustavo Lopes de Souza é professor do Departamento de Artes Visuais da Universidade de Brasília. Seus estudos dividem-se entre a recepção da cultura medieval pela arte de períodos posteriores e, mais recentemente, a relação entre a cosmologia e a história da arte.

Raissa Lopes Gonçalves

Raissa Lopes Gonçalves é historiadora da arte, formada pela Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2021-12-30

Como Citar

Souza, G. L. de, & Gonçalves, R. L. (2021). O revivalismo da arquitetura. ARS (São Paulo), 19(43), 367-394. https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2021.169356

Edição

Seção

Traduções