[1]
Piteira, S. e Charréu, L. 2015. Campos expandidos da escultura na recuperação paisagística e urbana: um exemplo de arte pública e práticas colaborativas. ARS (São Paulo). 13, 26 (dez. 2015), 156-171. DOI:https://doi.org/10.11606/issn.2178-0447.ars.2015.106084.