[1]
I. Sartuzi, “Absorção, teatralidade e a tradição da pintura francesa na obra de Henri Matiss”e, ARS, vol. 17, nº 36, p. 253 - 269, ago. 2019.