Teatro menor: crises e potências na intersecção dos processos de gestão, produção e criação artística de um teatro latino-americano

Autores

  • Heloisa Marina da Silva Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC

Palavras-chave:

teatro menor, atriz-produtora, produção teatral

Resumo

Este artigo deriva da minha pesquisa de doutorado na qual investigo características de produção e gestão teatral, num contexto latino-americano, de obras, grupos, núcleos e artistas circunscritos no âmbito do que defini como teatro menor, metáfora inspirada nas reflexões de Deleuze e Guattari a respeito da literatura menor. São tomados como referências práticas trabalhos teatrais em que o artista, em especial atores e atrizes, possui também atribuições administrativas, visando questionar as práticas de produção e gestão como processos exclusivamente instrumentais, atentando para suas implicações como meio. Essa mudança de ponto de vista tem como fim a reorganização do ato da produção, sugerindo que a relação existente entre processo criativo e de produção define as práticas ideológicas desse tipo de fazer teatral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Heloisa Marina da Silva, Universidade do Estado de Santa Catarina UDESC

Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em Teatro pela Udesc. Atriz e produtora cultural. Pesquisa em andamento; área de estudo: Teatro e Sociedade. Orientador: Professor Dr. André Luiz Netto Carreira. Bolsista CAPES.

Referências

CANCLINI, N. G. ¿De qué hablamos cuando hablamos de resistencia? Estudios Visuales: Ensayo, teoría y crítica de la cultura visual y el arte contemporâneo, Murcia, n. 7, p. 16-37, dec. 2009.

______. Frida e a industrialização da cultura. Comunicação e Cultura, Lisboa, n. 12, p. 23-28, 2011.

______. La sociedad sin relato: antropología y estética de la inminencia. Madrid: Katz, 2010.

CARREIRA, A. Teatro de grupo: a busca de identidades. Subtexto – Revista de Teatro do Galpão Cine Horto, Belo Horizonte, v. 5, n. 5, p. 11-20, 2008.

DEBORD, G. A sociedade do espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DELEUZE, G.; GUATTARI, F. Kafka: para uma literatura menor. Lisboa: Minuit, 2003.

DIÉGUEZ, I. Escenarios liminales: donde se cruzan el arte y la vida. Buenos Aires: Atuel, 2007.

FERRAZ, S. Prefácio. In: NASCIMENTO, G. Música menor: a avant-garde e as manifestações menores na música contemporânea. São Paulo: Annablume, 2005. p. 13-16.

GARCIA, S. Notas sobre uma metodologia latino-americana. Subtexto – Revista de Teatro do Galpão Cine Horto, Belo Horizonte, v. 5, n. 5, p. 57-64, 2008.

JAMESON, F. Pós-Modernismo: a lógica cultural do capitalismo tardio. São Paulo: Ática, 1984.

MENDOZA, T. E. Poder y creación artística en México: un análisis del Fondo Nacional para la Cultura y las Artes (Fonca). Ciudad de Mexico: Universidad Autónoma Metropolitana Azcapotzalco, 2011.

MERCURIO, S. De Banfield a México. Banfield: Sergio Mercurio, 2006. [Peça teatral].

NASCIMENTO, G. Música menor: a avant-garde e as manifestações menores na música contemporânea. São Paulo: Annablume, 2005.

SCHRAIER, G. Laboratorio de producción teatral 1: técnicas de gestión y producción aplicadas a proyectos alternativos. Buenos Aires: Atuel, 2008.

ZAPATA, M. R. O teatro e nossa América. Urdimento, Florianópolis, v. 1, n. 22, p. 259-266, jul. 2014.

Downloads

Publicado

2017-02-15

Como Citar

da Silva, H. M. (2017). Teatro menor: crises e potências na intersecção dos processos de gestão, produção e criação artística de um teatro latino-americano. Revista Aspas, 6(2), 57-80. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/aspas/article/view/120575