Parâmetros fenomenológicos para pesquisa qualitativa em artes cênicas

Autores

  • Carlos Alberto Silva Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v7i2p64-77

Palavras-chave:

Epistemologia, Método, Fenomenologia, Artes Cênicas, Géstica.

Resumo

Este artigo é a primeira parte de um ensaio cujo objetivo é expor o emprego de alguns parâmetros do método fenomenológico de pesquisa qualitativa, estruturado para um estudo sobre a operacionalidade do gesto cênico e que constituiu minha tese de doutorado no âmbito do programa de pós-graduação da ECA-USP, a qual foi editada pela Nova Editora Acadêmica com o título Operacionalidade do gesto poético: do cotidiano à cena. Nesta etapa são abordados, em particular, aspectos epistemológicos que fundamentam o método, bem como alguns procedimentos que pontuam o trânsito entre noções teóricas e articulações práticas na estruturação metodológica para orientar a percepção, o registro, a organização e a análise de dados, que derivaram do acompanhamento de performances cênicas envolvendo três atrizes em processos criativos de diferentes montagens.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Alberto Silva, Universidade de São Paulo

Doutor e Mestre pelo Departamento de Artes Cênicas da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Instrutor de atividades infanto-juvenis no Sesc. Formador de professora(e)s em linguagens artísticas.

Referências

FREUD, S. Sobre a psicopatologia da vida cotidiana. Rio de Janeiro: Imago, 1987. (Edição Standard Brasileira das Obras Psicológicas Completas de Sigmund Freud. v. VI).

GINGER, S.; GINGER, A. Gestalt: uma terapia de contato. Tradução Sonia de Souza Rangel. São Paulo: Summus, 1995.

GONDIM, L. M. P.; LIMA, J. C. A pesquisa como artesanato intelectual. Considerações sobre método e bom senso. São Carlos: EdUFSCar, 2010.

LAKOFF, G.; JOHNSON, M. Metáforas da vida cotidiana. Campinas: Mercado de Letras, 2002.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. Tradução Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MARINI, G. D.; TOFFOLO, R. B. G. O tratado dos objetos musicais de Pierre Schaeffer revisitado pela fenomenologia de Merleau-Ponty. In: ENCONTRO DE PESQUISA EM MÚSICA – EPEM, 4., 2009, Maringá. Anais… Maringá: Universidade Estadual de Maringá, 2009.

TARDIF, M. Saberes profissionais dos professores e conhecimentos universitários: elementos para uma epistemologia da prática profissional dos professores e suas consequências em relação à formação para o magistério. Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n. 13, p. 5-24, 2000.

TARDIF, M.; LESSARD, C.; LAHAYE, L. Os professores face ao saber: esboço de uma problemática docente. Teoria & Educação, Porto Alegre, n. 4, p. 2015-233, 1991.

TURNER, V. From ritual to theatre: the human seriousness of play. New York: PAJ Publications, 1982.

VARELA, F. J.; THOMPSON, E.; ROSCH, E. Mente incorporada: ciência cognitiva e experiência humana. Porto Alegre: Artmed, 2003.

Downloads

Publicado

2018-05-04

Como Citar

Silva, C. A. (2018). Parâmetros fenomenológicos para pesquisa qualitativa em artes cênicas. Revista Aspas, 7(2), 64-77. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v7i2p64-77