Contra uma arquivização da África na cena

Autores

  • Luciano Mendes de Jesus Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v9i1p143-153

Palavras-chave:

Tradição, Elementos de africanidades, Cena pós-dramática

Resumo

Este artigo elabora questões do projeto de doutorado Transcriações de tradições: presença e movência de elementos de africanidades em cenas contemporâneas, problematizando a construção do imaginário artístico sobre a África no teatro, a partir dos equívocos que o conceito de arquivo pode trazer às complexidades das transposições ideoplásticas dos sistemas culturais africanos e afrodiaspóricos para a cena teatralperformativa contemporânea. Em diálogo com diferentes teóricos da arte africana contemporânea, o trabalho pretende apresentar linhas de fuga para uma relação criativa com os elementos de africanidades nas cenas pós-dramáticas para além da leitura de África como objeto arquívico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luciano Mendes de Jesus, Universidade de São Paulo

Doutorando em Artes Cênicas na Universidade de São Paulo. Pesquisa em andamento. Orientadora: Prof.ª Drª Sayonara Pereira. Bolsista Capes. Ator, diretor, músico, professor e pesquisador. Desde 2004 atua como professor, trabalhando na Fascs, Clac, Programa Vocacional, ELT, Projeto Ademar Guerra, entre outros.

Downloads

Publicado

2019-08-29

Como Citar

Jesus, L. M. de. (2019). Contra uma arquivização da África na cena. Revista Aspas, 9(1), 143-153. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v9i1p143-153