Geometrias do corpo: entre o Butô e a arquitetura

Autores

  • Ian Guimarães Habib Universidade Federal da Bahia
  • André Bambirra Vaillant

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v10i1p70-83

Palavras-chave:

Arquitetura, Butô, Espaço, Corpo, Representação

Resumo

Este artigo propõe um contraponto entre as noções de corpo e espacialidade desenvolvidas tradicionalmente na arquitetura e no urbanismo e aquelas da dança, em particular o Butô. Para tanto, são brevemente analisadas as formas de representação, a morfologia e a história da arquitetura clássica, propondo-se os conceitos de corpoespaço e espaçotempo na dança de Min Tanaka e no Butô. Dessa comparação pretende-se depreender novas possibilidades de percepção e interação entre espaço e corpo no movimento e no projeto arquitetônico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANES, S. Spontaneous combustion: Notes on dance improvisation from the sixties to the nineties. In: CAINES, R.; HEBLEY, A. (Eds.). The improvisation studies reader: Spontaneous acts. New York: Routledge, 2015. p. 135-141.

CAUQUELIN, A. Sítio, lugar e mundo. In: VAZ-PINHEIRO, G. (Org.) Curadoria do local. Torres Vedras: ArtInSite, 2005.

GUATTARI, F. Machinic Eros: Writings on Japan. GENOSKO, G.; HETRICK, J. (Eds.). Minneapolis: Univocal Publishing, 2015.

HUNTER, V. Introduction. In: HUNTER, V. (Ed.). Moving sites: Investigating site-specific dance performance. New York: Routledge, 2015. p. 1-22.

LABAN, R. Domínio do corpo. São Paulo: Summus, 1971.

LIAO, P. An inquiry into the creative process of Butoh: With reference to the implications of eastern and western significances. Tese (Doutorado) – City University of London, Londres, 2006.

MERLEAU-PONTY, M. Fenomenologia da percepção. Trad. Carlos Alberto Ribeiro de Moura. 5. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2018.

NEUFERT, E. A arte de projetar em arquitetura. Trad. Benelisa Franco. 35. ed. Barcelona: Gustavo Gili, 2004.

PEREIRA, M. H. Introdução. In: PLATÃO. A República. Trad. Maria Helena da Rocha Pereira. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001. p. V-LX.

PILGRIM, R. Intervals (Ma) in space and time: Foundations for a religio-aesthetic paradigm in Japan. History of Religions, Chicago, v. 25, n. 3, p. 255-277, fev. 1986.

PLATÃO. A República. Trad. Maria Helena da Rocha Pereira. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2001.

QUINCEY, T. Sites of multiplicity & permeation. Disponível em: <https://bit.ly/3bMpqdu>. Acesso em: 12 maio 2020.

SENNET, R. Carne e pedra: O corpo e a cidade na civilização ocidental. Trad. Marcos Arão Reis. 3. ed. Rio de Janeiro: Record, 2003.

UNO, K. A gênese de um corpo desconhecido. São Paulo: n-1 edições, 2012.

VIALA, J; MASSON-SEKINE, N. Butoh: Shades of darkness. 1. ed. Tokyo: Shufunotomo, 1988.

Downloads

Publicado

2020-06-30

Como Citar

Habib, I. G., & Vaillant, A. B. (2020). Geometrias do corpo: entre o Butô e a arquitetura. Revista Aspas, 10(1), 70-83. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v10i1p70-83

Edição

Seção

Artigos