Caracterização cênica: análise da formação e de processos criativos de maquiadores profissionais que trabalham com as artes cênicas e de grupos teatrais que têm a maquiagem como elemento visual constitutivo

Autores

  • Monica Ferreira Magalhães Universidade Federal do Rio de Janeiro - Unirio

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v10i2p145-158

Palavras-chave:

Maquiagem cênica, Processo criativo, Visualidades

Resumo

Este artigo analisa a formação e processos artísticos de maquiadores profissionais que trabalham com as artes cênicas, como também os processos de alguns grupos teatrais brasileiros que têm a maquiagem como elemento constituinte da visualidade da cena. A análise parte dos depoimentos dados pelos artistas durante os Encontros de Caracterização da Quarentena, realizados no ano de 2020. São destacados teatros de grupo, de pesquisa, superproduções e teatros musicais. Pretende-se, assim, compreender como se dá a formação do profissional da maquiagem no Brasil e as dificuldades encontradas nos processos de criação em diferentes produções teatrais brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Monica Ferreira Magalhães, Universidade Federal do Rio de Janeiro - Unirio

Unirio – Professora Doutora Associada II. Artista, pesquisadora, maquiadora.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Magalhães, M. F. (2020). Caracterização cênica: análise da formação e de processos criativos de maquiadores profissionais que trabalham com as artes cênicas e de grupos teatrais que têm a maquiagem como elemento visual constitutivo. Revista Aspas, 10(2), 145-158. https://doi.org/10.11606/issn.2238-3999.v10i2p145-158