[1]
R. G. da Silva, “Quando as anormais vão para a escola: identidades precárias, subjetivação e exclusão escolar”, Rev. Aspas, vol. 8, nº 1, p. 200-209, ago. 2018.