Biblioteca escolar e sala de leitura

um longo caminho para universalização

  • Pedro Souza Santos Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Palavras-chave: Biblioteca escolar, Sala de leitura, Lei 12.244/2010

Resumo

O presente texto tem como ponto de partida as bibliotecas escolares no Brasil. Apresenta um breve histórico da biblioteca escolar e a sua situação hoje, com enfoque no documento Avaliação de Bibliotecas Escolares no Brasil e na Lei 12.244/2010 que dispõe sobre a universalização das bibliotecas escolares. Analisa dados do Censo Escolar da Educação Básica do período de 2010 a 2017, com atenção aos índices de expansão das bibliotecas escolares e salas de leitura nas escolas públicas. A metodologia empregada é constituída de revisão bibliográfica e um estudo de caso sobre a funcionalidade da sala de leitura em uma escola pública da região metropolitana de São Paulo. Conclui-se que as denominações de biblioteca escolar são abrangentes e associadas a contextos específicos; que as salas de leitura da rede pública de São Paulo são em muitos casos espaços precarizados; que a Lei 12.244/2010 é vaga em suas definições; e que mesmo, com todos os percalços é possível encontrar experiências significativas na condução e uso das bibliotecas escolares e salas de leitura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Pedro Souza Santos, Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

Licenciado em História, Meste em Educação e atualmente realiza Doutorado em Educação na FEUSP na linha de pesquisa História da Educação e Historiografia.

Publicado
2018-12-19
Como Citar
Santos, P. (2018). Biblioteca escolar e sala de leitura. Biblioteca Escolar Em Revista, 6(2), 28-47. https://doi.org/10.11606/issn.2238-5894.berev.2018.143688
Seção
Artigos