[1]
L. Galati, J. Tomimori, C. Taborda, N. Michalany, C. E. Larsson Júnior, e C. E. Larsson, “Esporotricose - gato como fonte de infecção em foco epidêmico familiar em Guarulhos, São Paulo: relato de cas”o, BJVRAS, vol. 54, nº 4, p. 439-444, dez. 2017.