Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais: Marcetieae (Melastomataceae)

Autores

  • Maria José Reis da Rocha Universidade do Estado de Minas Gerais. Departamento de Ciências Biológicas
  • Diego Nunes da Silva Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
  • Rosana Romero Universidade Federal de Uberlândia. Instituto de Biologia
  • Paulo José Fernandes Guimarães Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v38p15-31

Palavras-chave:

Cadeia do espinhaço, Campo rupestre, Cerrado, Endemismo, Myrtales, Taxonomia

Resumo

Este estudo visa ampliar o conhecimento sobre a família Melastomataceae na Serra do Cipó, Minas Gerais e, consequentemente, agregar novos dados ao projeto “Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais”. Marcetieae é uma tribo recentemente descrita, representada no Brasil por 112 espécies e 18 gêneros, ocorrendo predominantemente na savana amazônica, cerrado, campo rupestre e, mais raramente, em ambientes florestais. Até o momento foram registradas na Serra do Cipó 15 espécies e seis gêneros, sendo Fritzschia o gênero mais representativo com seis espécies, seguido por Marcetia e Siphanthera com três espécies cada, e Aciotis, Acisanthera e Macairea com apenas uma espécie cada. São apresentadas chaves de identificação para os gêneros e espécies, descrições, pranchas de campo e notas taxonômicas, incluindo informações sobre distribuição geográfica e habitat.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEDA, F. & ROBINSON,O.R. 2011. Systematics and phylogeny of Siphanthera (Melastomataceae). Syst. Bot. Monogr. 93: 1–101.

CAETANO, A.P.S., BASSO-ALVES, J.P., CORTEZ, P.A., BRITO, V.L.G., MICHELANGELI, F.A., REGINATO, M., GOLDENBERG, R., CARMELLO-GUERREIRO, S.M. & TEIXEIRA, S.P. 2018. Evolution of the outer ovule integument and its systematic significance in Melastomataceae. Bot. J. Linn. Soc. 186(2): 224–246. https://doi.org/ 10.1093/botlinnean/box093.

CANDIDO, C.P. 2005. A família Melastomataceae na Serra do Cabral-MG: tribos Melastomeae, Merianieae e Miconieae. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

CHAMISSO, A. 1834. De plantis in expeditione speculatoria romanzoffiana et in herbariis regiis berolinensibus observatis. Melastomaceae americanae. Linnaea 9(3): 368–402.

FREIRE-FIERRO, A. 2002. Monograph of Aciotis (Melastomataceae). Syst. Bot. Monogr. 62: 1–99.

GIULIETTI, A.M, MENEZES, N.L., PIRANI, J.R., MEGURO, M. & WANDERLEY, M.G.L. 1987. Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais: caracterização e lista das espécies. Bol. Bot. Univ. São Paulo 9: 1–151. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052. v9i0p1-151.

GOLDENBERG, R., MICHELANGELI, F.A. & ALMEDA, F. 2020. Siphanthera in Flora do Brasil 2020 em construção. <http://reflora.jbrj.gov.br/ reflora/floradobrasil/FB9870>. Acesso em: 07 Abr. 2020.

GUIMARÃES, P.J.F., OLIVEIRA DA SILVA, M.F. & ROCHA, M.J.R. 2017. Nomenclator botanicus for Acisanthera (Melastomataceae: Marcetia alliance). Brittonia 69(2): 231–240. http://doi.org/10.1007/ s12228-017-9463-7.

MARTINELLI, G. & MORAES, M.A. 2013. Livro vermelho da flora do Brasil. Ed. 1. Andrea Jakobsson / Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

MARTINS, A.B. 1989. Revisão taxonômica do gênero Marcetia DC. (Melastomataceae). Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

MARTINS, A.B. 2000. Three new Brazilian species in the genus Marcetia (Melastomataceae, Melastomeae). Novon 10(3): 224–229. http://doi.org/10.2307/3393104.

MICHELANGELI, F.A., GUIMARÃES, P.J.F., PENNEYS, D.S., ALMEDA, F. & KRIEBEL, R. 2013. Phylogenetic relationships and distribution of New World Melastomeae (Melastomataceae). Bot. J. Linn. Soc. 171(1): 38–60. https://doi.org/10.1111/j.1095-8339.2012.01295.x.

PACIFICO, R., ALMEDA, F. & SILVA, D.N. 2018. Fritzschia rupestris (Melastomataceae: Marcetieae): A new endangered species from the Cadeia do Espinhaço, Minas Gerais, Brazil. Syst. Bot. 43(3): 793–800. http://doi.org/10.1600/ 036364418X697508.

ROSA, P. & FREIRE-FIERRO, A. Aciotis in Flora do Brasil 2020 em construção. <http://floradobrasil.jbrj.gov.br/reflora/floradobrasil/FB9392>. Acesso em: 30 abr. 2020

ROCHA, M.J.R., BATISTA J.A.N., GUIMARÃES, P.J.F. & MICHELANGELI, F.A. 2016. Phylogenetic relationships in the Marcetia alliance (Melastomae, Melastomataceae) and implications for generic circumscription. Bot. J. Linn. Soc. 181(4): 585–609. https://doi.org/10.1111/j.1095-8339.2012.01295.x.

ROCHA, M.J.R., GUIMARÃES, P.J.F., MICHELANGELI, F.A. & BATISTA J.A.N. 2018. Taxonomy of Marcetieae: A new neotropical tribe of Melastomataceae. Int. J. Plant Sci. 179(1): 50–74. https://doi.org/10.1086/694932.

ROCHA, M.J.R., GUIMARÃES, P.J.F. & KRIEBEL, R. 2020. Acisanthera in Flora do Brasil 2020 em construção. <http://reflora.jbrj.gov.br/reflora/ floradobrasil/FB9395>. Acesso em: 07 Abr. 2020.

ROMERO, R. 1997. O gênero Siphanthera Pohl ex DC. (Melastomataceae) no estado de Minas Gerais. Rev. bras. Bot. 20(2): 175–183. http://doi.org/10.1590/S0100-84041997000200008.

ROMERO, R. SILVA, D.N., DE-PAULA, O.C. & ROCHA, M.J.R. 2019. A new endangered species of Fritzschia Cham. (Melastomataceae, Marcetieae) from Espinhaço Range, Minas Gerais, Brazil. Syst. Bot. 44(3): 664–669. http://doi.org/ 10.1600/036364419X15620113920707.

SANTOS, A.K. 2009. Estudos filogenéticos e biossistemáticos no gênero Marcetia DC. (Melastomataceae). Tese de Doutorado, Universidade Estadual de Feira de Santana. Feira de Santana, Bahia.

SANTOS, A.K.A. 2020. Marcetia in Flora do Brasil 2020 em construção. <http://reflora.jbrj.gov.br/ reflora/floradobrasil/FB9646>. Acesso em: 07 Abr. 2020.

SANTOS, A.K.A., MARTINS, A.B. & SILVA, T.R.S. 2008. Marcetia candolleana (Melastomeae – Melastomataceae), a new species from Bahia (Brazil). Kew Bull. 63(3): 315–318. http://doi.org/10.1007/s12225-008-9021-2.

SECO, R.C. 2006. Estudos taxonômicos no gênero Comolia DC. (Melastomataceae - Melastomeae) no Brasil. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual de Campinas. Campinas.

SILVA, D.N. 2018. Revisão taxonômica do gênero Fritzschia Cham. (Marcetieae: Melastomataceae). Monografia de Graduação, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro.

SILVA, D.N., ROCHA, M.J.R., JESUS, J.C. & GUIMARÃES, P.J.F. 2019a. First record of Fritzschia Cham. (Melastomataceae, Marcetieae) in the state of Bahia, Brazil. Check List 15(5): 753–758. https://doi.org/10.15560/15.5.753.

SILVA, D.N., ROCHA, M.J.R. & GUIMARÃES, P.J.F. 2019b. Fritzschia atropurpurea (Melastomataceae, Marcetieae): A new species from the Serra do Cipó, Minas Gerais, Brazil. Syst. Bot. 44(4): 844–850. http://doi.org/10.1600/ 036364419X15710776 741512.

SILVA, D.N., ROCHA, M.J.R. & GUIMARÃES, P.J.F. 2020. Fritzschia in Flora do Brasil 2020 em construção. <http://reflora.jbrj.gov.br/reflora/ floradobrasil/FB9467>. Acesso em: 05 Abr. 2020.

SILVA-GONÇALVES, K.C. 2020. Macairea in Flora do Brasil 2020 em construção. . Acesso em: 09 Abr. 2020.

Downloads

Publicado

2020-12-15

Como Citar

Rocha, M. J. R. da ., Silva, D. N. da ., Romero, R., & Guimarães, P. J. F. (2020). Flora da Serra do Cipó, Minas Gerais: Marcetieae (Melastomataceae). Boletim De Botânica, 38, 15-31. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v38p15-31

Edição

Seção

Artigos