Indução Fotoperiódica da Floração em Diferentes Tecidos Isolados de Streptocarpus nobilis Cultivados In Vitro

Autores

  • W. Handro Departamento de Botânica USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v5i0p21-25

Resumo

Diferentes explantes de plantas vegetativas de Streptocarpus nobilis foram cultivados in vitro em condições fotoperiódicas indutoras de floração, e comparada sua capacidade para florescer. Ápices caulinares e plântulas são capazes de florescer após 10 semanas em cultura. Segmentos de caule, pecíolo ou nervura meiana da folha raramente mostram neoformação de gemas florais diretamente do explante, como acontece nos discos foliares. Geralmente gemas com folhas diferenciam-se primeiro, e então estes meristemas tornam-se florais, ocorrendo a floração 10 - 12 semanas apos o início da cultura. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1977-06-25

Como Citar

Handro, W. (1977). Indução Fotoperiódica da Floração em Diferentes Tecidos Isolados de Streptocarpus nobilis Cultivados In Vitro. Boletim De Botânica, 5, 21-25. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v5i0p21-25

Edição

Seção

Artigos