Efeitos do Ácido Giberélico Sobre o Crescimento de Plântulas de Phaseolus vulgaris L Desenvolvidas a Partir de Sementes Irradiadas com raios Gama

Autores

  • K.G. Hell Departamento de Botânica USP
  • M.A.V. Silveira Departamento de Botânica USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v5i0p53-56

Resumo

Sementes de Phaseolus vulgaris L cv bico-de-ouro foram irradiadas com raios gama nas doses 1,2 kR até 80 kR. Em seguida foram colocadas para germinar, durante 48 horas, a 27º C, em água ou em uma solução de 10 mg/l de ácido giberélico (AG3). Decorridos 5 dias após o plantio das sementes germinadas mediu-se o comprimento do hipocótiIo e do epicótilo. O tratamento com AG3 promoveu, de modo estatisticamente significativo, o crescimento destes órgãos. O tratamento com AG3 demonstrou características modulatórias, reduzindo a inibição do crescimento das plântulas provenientes das sementes irradiadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1977-06-25

Como Citar

Hell, K., & Silveira, M. (1977). Efeitos do Ácido Giberélico Sobre o Crescimento de Plântulas de Phaseolus vulgaris L Desenvolvidas a Partir de Sementes Irradiadas com raios Gama. Boletim De Botânica, 5, 53-56. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9052.v5i0p53-56

Edição

Seção

Artigos